A pele seca é causada principalmente pela eliminação dos óleos naturais da pele, resultante de banhos freqüentes e do uso excessivo de sabão. No entanto, a pele seca pode ser uma característica individual da pessoa. Em ambos os casos, a exposição a climas secos piora o problema, tais como durante o inverno (“prurido de inverno”). O meio ambiente é extremamente importante. Exposições repetidas a solventes, sabões e desinfetantes retiram os óleos da pele, destruindo assim a barreira cutânea e aumentando em até 75 vezes a perda de água. A baixa umidade relativa e a exposição a ventos frios e secos levam à desidratação da camada córnea e, literalmente, “puxam” água da pele. Em adolescentes, é menos comum observar-se esse problema, devido às alterações hormonais características dessa faixa etária, que estimulam a produção de sebo pelas glândulas sebáceas.
            A pele seca, áspera e com bolinhas na parte posterior dos braços é chamada ceratose pilar. Os pontos secos e pálidos na face são chamados ptiríase alba. Ambas são complicações do ato de se esfregar a pele seca com sabão. É comum que haja coceira nas áreas secas e este é o principal sintoma da pele seca.
            Rachaduras na pele ocorrem com maior freqüência nas solas dos pés, especialmente nos calcanhares e nos dedões do pé (chamada dermatose plantar juvenil). As rachaduras profundas são dolorosas e sangram periodicamente. A principal causa é o uso de sapatos e meias úmidas ou então a prática constante da natação. As rachaduras também podem se formar nas mãos das pessoas que lavam pratos freqüentemente ou que chupam o polegar.
            As pessoas que têm o hábito de passar a língua nos lábios podem ter os lábios rachados, cuja causa também pode ser a exposição excessiva ao sol ou ao vento.
            O ressecamento e a coceira são particularmente intensos nas pernas. Os sintomas se iniciam no início do inverno, quando os sistemas de aquecimento são acionados, a umidade relativa diminui no interior dos cômodos e aumenta a exposição aos ventos frios e secos. Ao coçar e atritar a pele o paciente aumenta a irritação, provocando aumento da coceira e da inflamação.
            Com o acometimento mais intenso, a pele perde a elasticidade, apresentando fendas e fissuras. Observa-se, então, um padrão semelhante ao de porcelana rachada, e surge a vermelhidão nas áreas acometidas e adjacentes (eczema ou eritema craquelé). O eczema também pode se apresentar em placas.
           
           Cuidados em Casa

            1. Sabão e banhos
            Se a pessoa tem a pele seca e não é adolescente, deve evitar os sabonetes comuns, os detergentes, os banhos de espuma, muito quentes ou demorados. Eles eliminam os óleos naturais da pele. Recomenda-se evitar os banhos de banheira.
            Para os adolescentes indica-se o uso de um sabonete especial para pele seca, geralmente um sabonete de glicerina. É necessário enxugar bem, após cada lavagem. Em nenhuma hipótese use buchas para esfregar a pele, sendo esse cuidado também primordial em bebês.
            2. Loção hidratante para pele seca
            O uso de um creme hidratante (especial para mãos) é recomendado. Aplique o creme em todas as áreas secas ou com coceira várias vezes ao dia, principalmente após o banho. Provavelmente deverá continuar fazendo isto durante todo o inverno. O ideal são loções ou cremes hidratantes que contêm uréia. Muitos pacientes idosos parecem tolerar melhor a vaselina do que outras preparações cosmeticamente sofisticadas. Se a coceira persistir é melhor consultar um dermatologista.
            3. Umidificador
            Se os invernos são secos, mantenha em funcionamento contínuo um umidificador de ambiente. Caso não tenha este artefato, basta colocar uma bacia de água ou uma tolha molhada em alguns pontos da casa. No clima frio, a criança deve usar luvas quando estiver fora de casa para proteger-se contra a rápida evaporação da umidade das mãos.
            4. Óleos para banho
            Se preferir óleo, em vez da loção hidratante, aplique-o imediatamente após o banho. O óleo para bebê (óleo mineral) é barato e evita a evaporação da umidade da pele.
            5. Pomadas para pele rachada
            Mesmo as rachaduras profundas, que tenham sido problema durante muitos anos, podem ser curadas, caso sejam recobertas diariamente com uma pomada (tipo vaselina). Se a rachadura parece estar infectada (avermelhada, com secreção amarelada), procure um médico para que seja orientado o uso de uma pomada com antibiótico. Para os lábios rachados você pode aplicar manteiga de cacau, vaselina ou batons hidratantes.


           
O inverno está se aproximando e, com ele, os problemas respiratórios, dores reumáticas, fatores como declínio fisiológico que acompanha o processo de envelhecimento, redução de imunidade, doenças associadas, como a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), diabete melito, doenças cardiovasculares, demências e a famosa GRIPE  parecem piorar pelas variações bruscas de temperatura.
Se todo mundo está sujeito, os idosos são as pessoas mais vulneráveis. Uma das razões é que, através dos anos, o organismo passa por mudanças muito profundas. As células de defesa do corpo, por exemplo, não são mais tão poderosas quanto na juventude. E até a capacidade de aproveitar os nutrientes de cada alimento diminui com a idade. Por isso é importante, além da vacinação sempre recomendada, ter cuidados especiais com a alimentação depois de certa idade.
Além de saber o que pode auxiliar na saúde, os idosos e suas famílias precisam ter bastante atenção com as mudanças do organismo provocadas pela idade que pode piorar sempre com a chegada do inverno.
A gripe é uma infecção aguda, altamente contagiosa, causada pelo mixovirus influenzae, que, no idoso, pode evoluir de forma grave ou mesmo fatal para pneumonia, broncopneumonia, bronquite, sinusite, otite, encefalite e miocardite. Os principais sintomas são: febre( tem que ter, senão se caracteriza como resfriado), tosse seca, cansaço, calafrios, dores generalizadas e redução do apetite, levando o paciente, com freqüência, para a cama.
A DPOC que engloba a bronquite crônica e o enfisema pulmonar e tem como principal fator de risco o fumo, apresenta piora da sintomatologia durante o inverno, levando o paciente, com freqüência, para o hospital. Caracteriza-se por tosse crônica, falta de ar aos esforços, cansaço físico e infecções de repetição.
As dores reumáticas pioram durante os dias frios, não se sabendo ainda o motivo. São mais de cem os tipos de reumatismos, sendo que no idoso predomina a artrose. Para reduzir as crises de dor, utilizam-se analgésicos, antiinflamatórios, fisioterapia e cuidados posturais.
O inverno exige também cuidados especiais com a pele, ocorrendo redução de oleosidade, podendo levar a problemas como dermatite. Importante é reduzir o tempo gasto no chuveiro, utilizar água morna e manter a pele hidratada. O protetor solar, mesmo com o sol mais ameno, não deve ser dispensado.
O melhor remédio ainda é a prevenção, sendo importante adotar algumas medidas, tais como:
  1. Evitar contato com pessoas gripadas e aglomerações, pois o vírus é transmitido pelo ar ou contato físico.
  2. Não fumar e evitar ambientes poluídos.
  3. Lavar bem as mãos, pois reduz as infecções.
  4. Procurar ingerir líquidos – de 6 a 8 copos de água por dia.
  5. Alimentar-se adequadamente.
  6. Fazer exercícios físicos regularmente, porém com moderação.
  7. Conservar a casa bem arejada, mas o idoso protegidos do frio e do vento, pois nessa fase da vida eles sentem mais frio do que nós.
  8. Manter as vias aéreas superiores livres de secreções, utilizando lenços de papel descartáveis.
  9. Procurar o geriatra ou o médico na vigência dos primeiros sintomas. 
  10. Evitar a automedicação, visto que os medicamentos sintomáticos da gripe contêm, em sua fórmula, substâncias como efedrina, pseudoefedrina e antialérgicos que podem desencadear no idoso hipertensão arterial, taquicardia, arritmias cardíacas e sonolência, com as suas conseqüências.
  1. Pela mesma razão, evitar o uso de gotas nasais, como vasoconstritores, sem orientação médica.
  2. Evitar automedicação com antibióticos.
  3. Manter os aparelhos de ar condicionado revisados e limpos.
  4. Informar-se sobre esquemas de vacinação contra gripe e pneumonia penumocócica.
  5. Controlar o estresse, pois pessoas estressadas contraem gripe e resfriado com facilidade, devido à queda do sistema imunológico.

  
  
Se no final do dia você sente que sua pele esta pesada, com aspecto de cansada, o melhor a fazer é uma leve esfoliação que você já vai sentir ela bem renovada.
      Os benefícios da esfoliação facial são quase imediatos e traduzem-se numa pele resplandecente:
  • Melhora visivelmente a textura da pele, tornando-a mais suave, vibrante e atrativa.
  • Facilita a correta absorção dos cosméticos e cremes utilizados diariamente/semanalmente no rosto/pescoço.
  • Combate o aparecimento de rugas e linhas de expressão.
  • Atenua as rugas e linhas de expressão existentes.
  • Remove as células mortas que o organismo expeliu.
  • Desobstrui os poros, limpando-os em profundidade.
  • Combate o aparecimento de acne (pontos negros, pontos brancos) e outras condições dermatológicas.
  • Assegura um bronzear harmonioso.
  • Mantém a pele do rosto/pescoço saudável.
      Mas para obter esses resultados excelente é preciso fazer de uma maneira correta senão ao invés de melhorar sua linda pele só vai piorar.
      Vamos lá:
  •  Pele normal – esfoliação 1 vês por semana.
  • Pele oleosa – esfoliação a cada 15 dias.
  • Pele seca – esfoliação suave 1 vez por semana.
  • Pele mista – esfoliação 1 vez por semana para limpar a pele em profundidade.
  • Pele sensível –  limpar com gaze e sabonete sempre com movimentos leves
      Passo a passo de uma boa esfoliação: 
1-    Lave bem a pele com água fria e sabonete especifico para sua pele 
2-   Com a pele úmida, aplique uma pequena quantidade de esfoliante nas bochechas e na testa 
3-   Espalhe o produto com os dedos anelares e médios, fazendo movimentos circulares durante 1 minuto, evite a área dos olhos 
4-   Enxágüe com água e finalize com uma loção ou gel creme adstringente, se quiser dar um up passe depois uma ampola de vitamina c.
     Pronto sua pele vai estar super revigorada e vai agradecer depois de alguns anos esse carinho que você teve com ela agora.