Quando falamos de melasma, quem tem e ja fez varias tentativas para acabar com essas manchinhas que tiram o sono de muitos, sabe de cor os nomes dos principais cremes usados para combater o problema.
            Em consultório o que mais vemos sao homens e mulheres querendo rejuvenecer e acabar com as manchas no rostos. Se para rugas, defeitos  e outras coisinhas a mais existem uma série de tratamentos eficientes e rápidos, para manchas as alternativas são bem menores, e geralmente os resultados são um pouco frustantes.
           Esta va Blogando por aí , então vi no site da SBD que Já esta no mercado 2 tratamentos que são as novas alternativas para tratamento do melasma. No primeiro, “a promessa está numa enzima chamada lignina peroxidase. A proposta é um produto em forma de creme que age quebrando a melanina sem causar toxicidade. O produto pode ser usado duas vezes ao dia, inclusive em grávidas, sem causar irritação ou efeitos colaterais como os do acido retinóico e hidroquinona. A promessa é uma pele mais clara e com aparência mais homogênea após um mês de uso diário”. O nome comercial é ELLURE, segundo estudo ele atua de uma maneira diferente dos clareadores tradicionais porque efetivamente destrói a melanina da pele, enquanto os outros diminuem a sua produção. É por isso que os resultados são mais rápidos. Claro que se a pessoa deixar de usar o produto e tomar Sol a melanina continua a ser produzida e as manchas retornam em cerca de 3 semanas.
          O segundo tratamento, é um sistema de clareamento com 3 produtos: um limpador, um produto contendo a decapeptídeo e um creme à base acido glicólico para facilitar a penetração. O decapeptídeo atua inibindo a tirosinase, enzima responsável pela produção de melanina. Esse produto atende pelo nome comercial de LUMIXYL.
          Infelizmente estive procurando e ainda nao encontrei nenhum dos 2 aqui no Brasil, mas para os sortudos que sempre estao viajendo é uma dica para procurar.