Com
o inverno temos a baixa temperatura e queda dos níveis de umidade. Embora
as células da parte superior da pele têm um fator de hidratação natural, o frio
deixa a pele suscetivel e ela tende a ficar mais ressecada causando desconforto
e envelhecimento.


             Para combater o que o frio causa
na pele, o melhor é seguir estas dicas simples
            1. Hidratação.
          

O
hidratante é indispensável durante esta época do ano que a pele precisa dele. Não
tenha medo de aplicá-lo várias vezes ao dia. Nossa
rotina de beleza tem que variar de acordo com as circunstâncias.
Podemos
precisar de um creme mais rico e untuoso no Inverno, com uma proporção maior de
óleo à água. 



           2. Aplicar filtro solar.

 Não
só temos de aplicar protetor solar só durante o verão, e sim o ano todo, nao
devemos esquecer que o frio tambem quaima a pele. Se
queremos uma pele lisa, sem manchas devemos protege-la contra os efeitos
nocivos do sol. Aplique
o filtro solar 30 minutos antes de sair e se será ao ar livre, você terá que
aplicá-lo várias vezes.

Para todos os tipos de pele, de oleosa a seca



          3. Use um umidificador.

 Não
é preciso ser um produto caro e colocá-lo em 2 ou 3 lugares da casa. Você
pode até mesmo colocar um copo de água ou uma toalha umeda no comodo que esta.


          4. Diga adeus aos banhos quentes.
Tomar
banho em água muito quente faz com que ele remover os lipídios naturais da pele
que mantêm a umidade e hidratação. Portanto,
é uma escolha razoável para tomar banho em água morna e aplique algumas gotas
de um óleo, como a amêndoa ou de jojoba.


         5. Observe as suas mãos.
           A pele da mão é mais fino e contém
menos glandulas sebaceas e com isso tendem a ressecar mais. Para
combater a mão enrugada aplicar várias vezes creme e ao sair um grande aliado
são as luvas. Se
você é alérgico a lã, pode usar luvas de algodão para proteger a pele.


         6. Hidratação
labial.

Proteger
os lábios com um bálsamo rico em vitamina E, um antioxidante. Nunca
molhar os lábios com a língua, porque você só vai tornar os lábios secam mais.



  




    7. Vestuario.

Cuidado
com sua roupa, de preferencia sempre as de malha e algodão isso irá evitar o
excesso de calor. Muitas
pessoas mesmo no frio, suam por debaixo de tanta roupa e o suor na pele, quando
entra em contato com alguns tipode de tecidos tipo uma fibra, lã entres outros,
pode ficar super irritada, simulando uma miliaria que é muito frequente no
verão por causa do suor. Para
evitar isso o melhor é sempre usar uma camisa de algodão em contato com a pele.

Dor no quadril em idoso

          A Bursite trocanteriana é a inflamação de uma ou mais bursas localizadas sobre a inserção do músculo glúteo médio no trocanter femoral, sendo mais comum em pacientes de meia-idade e idosos, com alguma preferência pelo sexo feminino.
         O sintoma  principal é a dor sobre a região do trocanter, na face lateral da coxa que piora com caminhada ou ao deitar sobre o lado afetado e pode ter início agudo ou gradual.
         O diagnóstico é feito pela palpação da região sobre o trocanter maior, com presença de um ponto doloroso nesta região. A dor pode piorar com a rotação externa do quadril e com a abdução contra resistência. Algumas condições podem contribuir para o surgimento da bursite trocantérica, tais como a osteoartrose da coluna lombar e/ou do quadril, diferença de comprimento dos MMII e escoliose.
          A evolução natural do processo degenerativo é a piora gradual das condições do
paciente. Os sintomas deixam de ser esporádicos e passam a ser constantes, chegando a comprometer o sono.

        O tratamento consiste em repouso relativo, uso de antiinflamatórios
não-esteróides e fisioterapia(recursos analgésicos, ultrassom e exercícios).
Caso a sintomatologia dolorosa não melhore pode-se optar por injeções de
esteróides na área. Em casos extremos pode-se optar pelo procedimento cirúrgico,
que consiste na remoção da busrsa inflamada.

          Nada mais é que a nossa conhecida carboxterapia, só que dessa vez com gás aquecido para maior conforto de quem se submete ao tratamento, pois é menos dolorido.
          A carbox tem como função, diminuir a flacidez corpo e rosto, estrias, olheiras, gordura localizada e celulite.
          Esse tratamento é feito atraves de aplicação de co2 em gas aquecido na parede subcutanea da pele. o resultado é menos celulas gordurosas e um subcutaneo mias firme.
          Geralmente quando aplicada nas camadas mais superficiais da pele, tipo derme reticular e papilar, a carbox estimula a sintese de elastina e colageno contribuindo para uma melhor firmeza e rejuvenecimento.
          O tratamento básico, para gorduras localizadas, consiste na aplicação em várias sessões, de duração variável, nas zonas a tratar.
Em geral, nota-se a melhoria da qualidade da pele, do contorno corporal e redução de medidas, em média, a partir da 12ª sessão, realizando-se duas/semana. Os resultados começam a surgir a partir da 3ª sessão.
         É conveniente reforços semestrais ou anuais de acordo com o conselho médico.