Este post vai para aqueles que nunca fizeram Shiatsu. Uma terapia manual desenvolvida no Japão, no início do século XX, embora originária da China, que faz milagre em nosso corpo, principalmente quando você tem um corpo rígido decorrente de dias tensos.

 Na prática, o Shiatsu utiliza técnicas de pressão, percussão, fricção, vibração, pinçamento e imposição de dedos e mãos em pontos e áreas específicas do corpo, além da movimentação de articulações e manipulação de estruturas músculo-esqueléticas com o objetivo de atuar na circulação “energética” através das técnicas de tonificar, sedar, regular, purificar e aquecer e, assim, promover a homeostase orgânica, psíquica e sobretudo energética. O profissional, usando os polegares, as palmas das mãos e até mesmo o cotovelo, pressiona pontos ao longo dos meridianos do nosso corpo, de modo ritmado e modulado e vai, com esses toques, desbloqueando a energia vital. Além disso, usa técnicas de manipulação, alongamento de músculos e tendões, rotações de juntas, pressão em músculos tensos ou doloridos, melhorando assim a circulação do sangue e linfa. Como resultado, relaxa o sistema nervoso e muscular, desenvolvendo um ritmo de respiração mais eficiente e um melhor equilíbrio energético. 
Resumindo a melhor coisa que existe, no começo confesso que é super-hiper-mega dolorido, mas depois de 3 sessões fica muito bom e relaxante. 
Como é o tratamento pelo Shiatsu? Antes de iniciar o tratamento, o terapeuta faz um diagnóstico (anamnese) no paciente, e em seguida pela terapia em si. Um sessão de Shiatsu é, geralmente, feita em 60 minutos, e seu número varia de caso para caso, ou da gravidade e urgência, podendo variar de 2 a 4 sessões por mês.   
           Geralmente para que a shiatsuterapia é indicada:
• Desequilíbrios emocionais (fobias, depressão, raiva, preocupação, estresse, TPM);
• Desequilíbrios sexuais (desinteresse sexual, impotência, ejaculação precoce);
• Insônia, ansiedade;
• Melhorar a circulacão sanguínea;
• Aumentar a capacidade do corpo de eliminar toxinas;
• Equilibrar o sistema nervoso;
• Retardar o envelhecimento das células, contribuindo para a longevidade;
• Melhorar o tönus da pele;
• Reduzir a fadiga (física e mental);
• Aliviar a dor causada por contratura e má postura (dores nas costas e articulacões);
• Cólicas menstruais, intestino preso, dor de cabeça;
• Aumentar os níveis de energia;
• Promover a saúde e o bem-estar geral (relaxamento). 
Na grávida, o Shiatsu em alguns pontos mas traz alivio para dores musculares, inhaços e outros. 
           Mas como toda maravilha tem suas excessões não é todo mundo que pode fazer.
Algumas contra indicações do emprego da shiatsuterapia:
• Doenças agudas ou crônicas de base lesional;
• Doenças infecto-contagiosas;
• Doenças hemorrágicas em geral;
• Queimaduras e dermatites ulcerativas;
• Processos inflamatórios agudos internos e externos;
• Vasculites e flebites;
• Sangramento ocasionado por trauma;
• Doenças cardiovasculares agudas;
• Processos degenerativos ósseo, neuromuscular ou orgânico em geral;
• Nevralgias na fase aguda.
        Agora só falta você marcar uma sessão com sua profissional, aqui em Nova Andradina eu super gosto do Shiatsu da fisioterapeuta Larissa Rubian.