Tudo bem o que o câncer não é uma doença própria da
terceira idade, que qualquer idade pode desenvolver, mais depois de tanto blá
blá blá por causa da mastectomia da Angelina Jolie, resolvi falar um pouquinho
desse assunto que ninguém gosta de escutar.
Existem 4 tipos de câncer de mama, e com estágios
diferentes também, por isso que se uma amiga sua teve câncer de mama e não
conseguiu curar e veio a i
nfelizmente a falecer, não quer dize se você tiver
isso também acontecerá com você.
Vou listar os 4 tipos de Ca de mama que existem:
– Carcinoma ductal: é o mais comum e afeta os canais que conduzem o
leite da mama, o in-situ é o famoso pré-câncer e o invasor é quando já esta nos
tecidos
– Carcinoma lobular invasivo: é o segundo mais freqüente, e pode
agredir as duas mamas, não forma nódulos e nem aparece em exames de imagem.
– Carcinoma inflamatório: embora seja o mais grave, é também raro,
começa nos conduzem o leite e se espalha pelo corpo.
– Doença de paget: forma muito incomum caracterizado por alterações na
pele do mamilo, como feridas tipo crosta e inflamação.


Um agravante do Ca de mama é chamado de HER2 que
quando é positivo é muito agressivo, pois o excesso dessa proteína faz com que
as células do câncer se dividam mais rapidamente.
E sobre os estágios temos:
– Estagio 0: quase sempre é curável.
– Estagio 1: já é um tumor maior, mas sem nenhum acometimento.
– Estagio 2: já é um tumor maior que no estagio 2 mais ainda sem nenhum
acometimento.
– Estagio 3: um tumor bem grande que já acomete algumas estruturas próximas
tipo, pele, músculo, glândulas, mas ainda não há metástase.
– Estagio 4: tumor de qualquer tamanho com metástase.


Por isso que são importantes os exames preventivos
como a mamografia, essa não pode ser feita antes dos 25 anos, só sobre restrita
indicação médica, o auto-exame de mama que é feito em casa.


Os fatores de risco são mulheres de 40 a 69 anos de
idade, por isso que o preconizado é que a mulher faça anualmente a mamografia
após os 40 anos, se não tiver histórico familiar, porque se tiver histórico a
mamografia tem que começar desde mais cedo. A menstruação tardia e a menopausa
tardia também são vilãs para a doença, claro que se você tiver familiares de
primeiro grau, isso quer dizer, mãe, irmã ou filha, com o diagnostico de câncer
de mama antes dos 50 anos, você terá muito mais tendência de ter a doença do
que uma pessoa que não tem o fator genético, a reposição hormonal após a
menopausa pode favorecer, por isso que você tem que conversar muito com seu
ginecologista quando for fazer uma reposição hormonal.
Hábitos de vida ajudam também a prevenir, saiba o
que mudar na sua vida:
– Pratique exercícios
– Controle seu peso
– Alimentação saudável
– Amamentação
– Evite bebidas alcoólicas
– Deixe de fumar

                Procure seu
ginecologista pelo menos 1 vez por ano para um check up. E se tiver alguma
duvida procure um mastologista. O tratamento é diferente para cada caso e
compete o especialista indicar qual é o melhor.