Olá hoje vamos falar de um sucesso nos stands do ICAD, o Skinbooster. Não tinha um stand que não falava sobre ele, e eu achei muito interessante e resolvi trazer para o meu consultório. Além de ser uma técnica muito segura, com resultados bons, ele tem um precinho também bem camarada. O único problema é que ele não tem efeito imediato, e sim gradativo, então para aquelas pessoas ansiosas que querem resultado visível logo, ele não serve.

Com esse tratamento é possível oferecer uma hidratação profunda e mais completa para a pele. Basicamente nesse tratamento são utilizadas injeções na pele, porém, não com o objetivo de criar volume, ou de paralisar a musculatura  e sim de oferecer uma hidratação imediata. A aparência jovem da pele depende diretamente da sua hidratação e por isso essa técnica tem tido bastante reconhecimento como rejuvenescedora. A técnica consiste em injetar ácido hialurônico em diversos pontos da pele com o objetivo de hidratar a pele de forma uniforme.

Para resgatar e rejuvenescer a nossa pele, o tratamento com Skinbooster consiste em aplicar ácido hialurônico com outras substâncias que auxiliam na hidratação imediata na pele, e devolvendo a hidratação, firmeza, elasticidade e melhoria das rugas.

O Skinbooster  pode ser usado:

  • Em homens e mulheres com todos os tipos de pele;
  • Em pessoas com pele mais jovem ou mais madura; Na pele jovem, na prevenção e na pele madura, na reposição da água perdida.
  • No rosto, pescoço, mãos e colo; No caso das mãos especificamente a injeção de ácido hialurônico pode atenuar bastante o aspecto envelhecido e emagrecido. A partir dos 40 anos essa aplicação passa a ter também o caráter de preenchimento secundário. Já para as mãos de pessoas mais jovens funciona como um hidratante para deixar a pele com mais definição e volume.
  • Em pessoas que querem melhorar a estrutura da pele, como por exemplo, para pele com cicatriz de acne ou danificada pelo sol e outros agentes externos.
  • Rugas e linhas finas do rosto.
  • Melhora o efeito da toxina, naquelas linhas mais resistentes.
  • Pele sem viço, sem brilho.
  • Pele do rosto desidratada.

O efeito ocorre de forma gradual, como eu ja disse e o número exato de sessões pode variar dependendo do tipo de pele, de quais produtos foram utilizados e das áreas tratadas. Para o tratamento inicial, recomendam-se 3 sessões, que devem ser realizados a cada 4 semanas. Como tratamento de manutenção, recomenda-se 1 aplicação a cada 4 meses.

Um procedimento rápido, com resultados excelente, não é totalmente indolor, mas é passado um anestésico tópico antes do procedimento. Este tipo de tratamento  pode ser associado com outros métodos  como: peeling, laser e luz pulsada.

Beijos Flávia