Gordura localizada

       
       A gordura localizada é um dos maiores problemas das mulheres de hoje ao nível da beleza corporal. A verdade é que você até tem um corpo razoável, mas o problema é que existe sempre aquela zona do corpo que, por um ou outro motivo, nunca consegue ficar como você desejaria. É exactamente nessa zona do seu corpo que se aglomeram todas as gorduras em excesso.
       Terror de 9 entre 10 mulheres, a gordura localizada é aquela que teima em acumular em regiões do corpo, não importando o peso corporal geral ou até mesmo a prática de exercícios físicos. Esse tipo de gordura tende a se distribuir de maneira constante na pessoa, conforme sua constituição física. Em outras palavras, para quem tem sempre uma barriguinha, ou um culote, ou aquela gordurinha nas laterais do dorso que  insistem em sair para fora do sutiã, dietas, exercícios e massagens nada ou pouco adiantam. Isso porque esse tipo de gordura vem de uma predisposição genética, ainda que a obesidade contribua para seu destaque.

       As gorduras localizadas podem surgir em casos de distúrbio hormonal, e é por isso que as células de gordura começam a concentrar-se em pontos específicos do seu corpo. O facto de na sua família existirem pessoas com problemas de gordura localizada conduz a uma maior probabilidade de que venha a sofrer do mesmo mal. Compete aos genes hereditários determinar a capacidade da célula em eliminar ou absorver gordura, por isso não é de estranhar que venha a ser também uma vítima da gordura localizada, caso se verifiquem exemplos destes na sua família.
       Um aumento substancial de peso pode também interferir na acumulação em excesso de gordura num determinado local do corpo, mas o problema do sedentarismo é igualmente responsável pela acumulação de gorduras em certos pontos corporais. O corpo não realiza qualquer exercício físico e a gordura vai-se acumulando em locais estratégicos, sem problema algum. Convém reflectir no facto da gordura ser muito prejudicial para a sua saúde, mas é importante pensar também numa componente estética, tão importante para a sociedade dos tempos modernos.

      Como perder a gordura localizada? Como esses depósitos são essencialmente parte da configuração genética de cada um, o primeiro passo é manter o peso geral dentro da faixa saudável. Exercitar-se não atinge diretamente os depósitos de gordura localizada, mas promove a queima generalizada de gordura e mantém  ossos, músculos e a postura em boas condições.
       Outros tratamentos podem ser tentados, mas seus resultados são limitados e quem quer tentar essas opções deve pesar bem a relação custo X benefício. Entre os tratamentos disponíveis em clínicas de dermato-estética estão a endermologia, infravermelho, carboxiterapia, mesoterapia. Todas essas técnicas podem ter resultados, mas bastante discretos e na maioria das vezes não são permanentes. A satisfação dos clientes está muitas vezes relacionada ao seu grau de expectativa ou a gravidade do problema. Pacientes com grandes acúmulos de gordura podem ficar felizes com pequenas alterações que já melhorem o aspecto geral da região afetada no corpo. É provável que uma pessoa já em forma não sinta com tanto impacto a diminuição da gordura localizada nas partes afetadas de seu corpo. 
       O uso de creme para combater gorduras localizadas é outro ponto de controvérsia. Recentemente, uma publicação francesa voltada para a defesa do consumidor executou testes com diversos cremes disponíveis no mercado francês, alguns dos quais também são vendidos no Brasil. O resultado, aparentemente surpreendente, dava conta que todos os 10 cremes testados provocavam algum efeito de queima da gordura, com dois deles sendo especialmente eficientes – com eles, a redução da circunferência das coxas foi de 2 cm em apenas duas semanas.

       Hoje estava em uma farmácia com umas amigas minhas também dermatologistas, e elas viram esse esmalte, o Esmalte Dermanail, e ficaram loucas por que quase não achava para comprar.


     Elas me garantiram que ele é maravilhoso para fortalecer as unhas, e tem de varias cores, eu como não podia acreditar, comprei um para provar, então aí vai uma dica para esmalte fortalecedor.
      Eu conheço e recomendo a base fortalecedora de unhas com fibras da AVON, uso e vejo resultado, quando minha unha dá sinal de fraca e quebradiça por causa dos esmaltes, eu sempre recorro a ela.
       Acho que agora alem de base fortalecedora, vou começar a usar esse esmalte também, tem um vermelho e um rosa que é um espetaculo, valeu meninas pela dica.

Sexo Na Terceira Idade

      Não há idade para o sexo, ou seja, homens e mulheres saudáveis podem se manter sexualmente ativos por toda a vida. Segundo os especialistas, o preconceito e a falta de informação atrapalham o desenvolvimento da sexualidade na terceira idade. Há mudanças físicas, sim, mas elas não são as responsáveis pelo fim da intimidade entre o casal. Na avaliação dos sexólogos, as barreiras são socioculturais, ou seja, a idéia de que o sexo é privilégio dos mais jovens e que não pode fazer parte da idade madura. Para quem tem essa visão, aos mais velhos cabe o amor platônico, pré-adolescente.

      A atividade sexual permanece na terceira idade, havendo somente uma diminuição na sua freqüência.  O sexo na terceira idade, alem da satisfação física, reafirma a identidade de cada parceiro,  demonstrando que cada pessoa pode ser valiosa para a outra. Junto ao sexo também estão valores muito importantes na terceira idade: a intimidade, a sensação de aconchego, o afeto, o carinho, o amor. Tanto o homem como a mulher continuam a apreciar as relações sexuais durante a terceira idade. As alterações que ocorrem na mulher (como a secura da vagina, por ex ) ou no homem ( como a diminuição no tempo de ereção) ou a diminuição da fase de excitação para ambos, não são fatores que chegam a prejudicar o prazer sexual. A boa adaptação sexual é o principal fator que determina o prazer sexual.

      Uma vida sexual rica, facilita a resolução da problemática existencial e da convivência com a idade  avançada, aumentando o prazer de viver e a auto-estima. Tanto para homens quanto para mulheres, uma rica e pertinente vida sexual só pode colaborar para uma  vida mais saudável e feliz. As pessoas idosas não precisam e não devem abrir mão de sua vida sexual, possivelmente rejuvenescidos  viverão mais e melhor.

O post de hoje vou dar varias dicas de beleza que dá para fazer em casa. 
 

Olheiras.
para suavizar coloque saches de camomila, pode ser aqueles saquinhos de chá, coloque sobre a olheiras o saquinho gelado, possui efeito refrescante e calmante, além de suavizar a olheiras ele também relaxa e suaviza a sua pele. Revela uma pele linda, suave e descansada.

Hidratação Refrescante:
para hidratação da pele do rosto, abuse do Pepino e Aloe Vera, você pode fazer sua mascara ou comprar pronto o sachê com os dois juntos, para fazer a mascara pegue o pepino um pouco de agua e um pouco de hidratante de Aloe Vera que é nada mais nada menos que a famosa BABOSA. A ação revitalizante do pepino associada aos nutrientes da Aloe Vera, hidrata e protege a pele. Possui efeito gelado, quando posto em contato com a pele que esfria instantaneamente, deixando-a macia

Limpeza Esfoliante:
você pode fazer um creme esfoliante com Mel e Açúcar – Desenvolvida com base nos benefícios adstringentes e nutritivos do mel, mais o esfoliante do açúcar,  essa máscara possui efeito de auto aquecimento, quando posto em contato com a pele abre os poros, limpa profundamente, remove as células mortas e ativa à circulação. Sinta sua pele limpa e renovada. se for difícil encontrar mel você pode fazer uma mascara simples de esfoliante com o creme de sua preferência e um pouco de fubá.

Para reduzir a oleosidade da pele
Maçã ralada
Aplicar a fruta ralada direto no rosto.

Creme para a região dos olhos
•¼  copo de iogurte natural
•½  colher de sopa de mel
Misturar os ingredientes e passar em volta dos olhos. Deixar agir por 15 ou 20 minutos e lavar com água fria.

Leite de limpeza
•Água do arroz
•Gotas de limão
•Fubá
Misturar os ingredientes até que vire uma pasta e aplicar no rosto. Deixar agir por 2 minutos.

Tônico para Pele
·1 laranja,
·1/2 litro de água.
coloque para ferver, Tampe e deixe repousar. Coe e, depois de frio, guarde em um vidro. Use todos os dias embebendo um chumaço de algodão para limpar a pele.

Máscara Descongestionante 
·1 maçã,
·1 colher (sopa) de fécula de batata,
·1 colher (sopa) de iogurte.
rale a maçã e misture aos outros ingredientes batendo até formar um creme. Aplique na pele limpa do rosto protegendo a área dos olhos. Após 15 minutos, retire com água fria.

Brilho para o cabelo:
½ colher de chá de óleo de abacate
½ abacate
1 ampola de ceramidas (encontrada em farmácia)
2 colheres de sopa de iogurte natural
Bata os ingredientes no liquidificador, passe nos fios e deixe agir por 30 minutos.
Após isso, enxágüe com água fria.

Hidratação para o cabelo:
2 morangos
3 colheres de iogurte integral
½ colher de mel
3 colheres de chantily
Amasse os morangos com o mel e bata tudo no liquidificador. Passe a mistura depois de lavar os cabelos coloque uma toalha na cabeça e deixe agir durante 20 minutos. Após isso, lave e deixe secar normalmente.

Limpeza de pele (remove impurezas)
·2 colheres (sopa) de flocos de aveia;
·Mel puro (suficiente para espalhar por todo o rosto);
·1 pacote de gaze
·Sobreponha três pedaços de gaze e coloque a aveia no centro. Junte as pontas do tecido, formando uma trouxinha bem firme. Em seguida, molhe a trouxinha em água morna e passe-a suavemente no rosto, pescoço e colo, durante cinco minutos. Lave a pele com água e, em seguida, espalhe um pouco de mel deixando agir por 15 minutos. Por fim, lave a pele com água.

Hidratação para Pele Oleosa
·1 ameixa seca média,
·1 colher (sopa) de mel.
bata os ingredientes no liquidificador e espalhe sobre a pele. Relaxe com a máscara no rosto por 15 minutos. Retire com água fria.

Máscara para Pele Mista
1 folha de gelatina branca,
1 xícara de água,
2 rodelas de abacaxi.
bata o abacaxi no liquidificador. Dissolva a gelatina na água fria e depois leve ao fogo. Acrescente o abacaxi, deixe esfriar e aplique a máscara no T central do rosto (testa, nariz e queixo), onde é mais oleoso. Deixe agir por 15 minutos sobre a pele limpa e retire com água fria.

 Gostaram das dicas? logo post mais . Beijos

Categorias:
Tags:

      Queda de cabelo, calvície ou alopecia é um problema comum em homens e mulheres, mas devido a diferentes razões.

      O ciclo do cabelo é composto pelo crescimento, repouso e queda. Uma queda dita normal pode ir até à
volta dos 100 cabelos por dia e quando ultrapassa este valor e começamos a verificar uma perda
acentuada dos cabelos, devemos consultar um dermatologista. Aqui começa a primeira batalha contra este
problema.Os cabelos são pelos que nascem na cabeça do ser humano, e são formados pela raiz em forma de
 bolbo e a haste composta por três camadas concêntricas. Uma cabeleira normal tem cerca de 120000
cabelos e cresce cerca de 1cm por mês. A cor é determinada pela melanina e difere com a idade e de
pessoa para pessoa, o embranquecimento deve-se à redução progressiva dos melanócitos. Os cabelos podem ainda ser rijos, frisados ou finos.A identificação da causa para queda de cabelo é essencial para um
tratamento eficaz.
       Algumas medidas devem ser tomadas para melhorar a resposta, porém o tratamento deve ser prescrito e orientado pelo médico, em especial o dermatologista.

Queda de cabelo de causa mecânica

      Quando a queda de cabelo é devido a fatores físicos sobre o couro cabeludo, o tratamento é  procurar afastar as causas. Em casos antigos, nos quais a ação traumatizante se fez por longo tempo, a alopécia pode tornar-se irreversível. Exemplos:
    * Recém-nascidos: perda de cabelo, principalmente na região occipital, provavelmente devido à criança permanecer deitada por longo tempo. É transitória, não necessitando de tratamento.
    * Certos penteados que provocam maior tração dos cabelos, comprometendo as regiões fronto-temporais e periferia do couro cabeludo.
    * Também pode ser causada pelo uso de chapéus, quepes ou outros agentes compressivos.
    * Pode ainda ocorrer em doentes que permanecem deitados por longo tempo.
    * Tricotilomania: em pessoas que adquirem o hábito de arrancar os próprios cabelos e pêlos, surgem áreas de alopécia, nas quais os cabelos apresentam-se de diferentes comprimentos.
      O tratamento consiste em investigar e tratar a causa, em geral psicológica. O acompanhamento
no psiquiatra é necessário.

Queda de cabelo devido a doenças infecciosa

      Doenças infecciosas com febre alta durando de 3 a 5 dias podem causar queda de cabelo difusa,
que se surgem entre 75 e 90 dias após o episódio febril. Nestes casos, os cabelos nascem novamente,
sem tratamento.

Queda de cabelo de causas sistêmicas

      Pode ocorrer alopécia difusa em várias doenças que acometem o organismo como um todo:
    * Lúpus eritematoso sistêmico,
    * Dermatomiosite,
    * Anemia ferropriva,
    * Doenças carenciais e debilitantes,
    * Diabetes,
    * Hipertiroidismo,
    * Hipotiroidismo,
    * Doença de Addison.
      O tratamento é o da doença sistêmica, ou seja, geralmente combatendo a causa, os cabelos crescem
novamente.
      Em mulheres, após o parto, é comum a observação de alopécia difusa do couro cabeludo. Geralmente
é pouco intensa, dura alguns meses e regride. A regressão do quadro pode ser favorecida com o uso de rubefaciente, a administração de complexos vitamínicos e apoio psicológico.

Alopécia androgenética

      Este tipo de queda de cabelo apresenta diminuição de cabelos nas regiões fronto-parietais, de modo difuso, persistindo cabelos mais curtos e afilados; a pele perde parte da elasticidade, podendo ser acompanhada de seborréia.
      Em geral a queda está associada a perturbações hormonais, com aumento da progesterona, menopausa,
 ou pelo uso de injeções de andrógenos com fim de tratamento de outro distúrbio. O diagnóstico é realizado pelo médico, que geralmente solicita exames de dosagens hormonais.

 padrão feminino

      No homem a alopécia androgênica ou calvície masculina é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos levando à “queda dos cabelos”, que sofrem um processo de miniaturização. A herança genética pode vir do lado paterno ou materno. A alopécia androgênica é resultado da estimulação dos folículos pilosos por hormônios masculinos que começam a ser produzidos na adolescência (testosterona). 
padrão masculino

      Tratamento deste tipo de queda de cabelo depende do resultado das dosagens hormonais, podendo ter
indicação o uso de preparados antiandrogênicos, associados a estrógenos, a fim de combater a
desregulação hormonal.
     Hoje em dia são várias as opções para tratamento ou redução da queda de cabelo, e podem ser tantas e
tão variadas, como produtos cosméticos de venda ao publico, tratamentos com medicação via oral ou
localmente receitadas pelos médicos ou tratamentos cirúrgicos tais como o transplante capilar,
mas para estas deverá sempre consultar o seu dermatologista.
      Ainda não existe uma forma eficaz que garanta 100% de sucesso na cura da calvíce, no entanto existem
diversas medidas que podem ser tomadas para controlá-la.
      Quanto mais cedo se detectar o problema, melhores serão os resultados. Os objetivos do tratamento da
alopécia androgenética são:
  • Retardar a rarefação, evitando o excesso de queda;
  • Aumentar o volume de cabelos no couro cabeludo;
  • Engrossar os fios de cabelo já existentes.
Cuidados a ter com o seu cabelo
  • A escolha da escova com que penteia os seus cabelos é muito importante; esta deve ser macia de maneira a não provocar nenhum tipo de agressão ao couro cabeludo e cabelos.
  • Quanto aos trabalhos técnicos (permanente, coloração, desfrizagem) devem ser feitos em bons salões de cabeleireiro e tratados com gamas de produtos específicos os quais também podem ser encontrados nas farmácias ou parafarmácias.
  • Deve sempre utilizar produtos específicos para o seu tipo de cabelo e não dispense três produtos essenciais: champô, tónico para o couro cabeludo e creme de nutrição ou de equilíbrio.
  • Outro cuidado fundamental é libertar o mais possível o couro cabeludo das suas descamações (em especial a caspa, quer esta exista num cabelo seco ou num oleoso; os tratamentos serão de acordo com cada situação).
  • O uso de secador deve ser moderado e não deve ser utilizado muito rente às raízes nem mais do que duas vezes por semana, nem a uma temperatura demasiado quente.
  • Uma alimentação rica em oligoelementos ( ferro, zinco, cálcio, magnésio, etc.) é essencial, bem como deve ingerir proteínas animais.