Hoje vou falar de 4 cremes que são ótimos para hidratar a pele. Tenho muitos pacientes que usam creme, mas chegam em meu consultório com a pele totalmente seca. Por que a pele deles é seca já que passam creme? porque a maioria das pessoas escolhem o creme ou pelo cheiro ou pela marca famosa, e a maioria desses cremes não hidratam bem a pele.

Os  cremes que vou falar aqui hoje, para mim, são os melhores, além de uma super hidratação não precisa ficar passando muitas vezes por dia.

  1. Cetaphil Restoraderm da Galderma – Para mim é o melhor, numero um, o unido problema é seu preço, que esta limitado a uma determinada classe, então em minha prescrição ele não é o primeiro, mas em hidratação, principalmente em pele de criança atópica ele é o melhor, não tem cheiro.

  2. Lipikar Baume AP+ da La Roche Posay – Conheci ele em um congresso e virou meu queridinho, acho que ele hidrata super bem, pela sua textura, dependendo de sua pele pode ser usado uma vez que ele já hidrata bem. Não é o primeiro do meu receituário devido a dificuldade de encontrar já que eu moro em uma cidade pequena, seu preço? posso dizer que é compatível, mas não é baratinho, também não tem cheiro.

  3. Hydra Bébé da Mustela –  Apesar de ser um creme infantil, eu me apaixonei por ele e indico para todas as idades, hidrata super bem sem deixar a pele com aquela sensação de pegajosa. Poderia ser o primeiro do meu receituário, mas como já disse moro no interior e é MUITO difícil encontrar essa marca em cidades pequenas. Dos três cremes já falado esse é o que tem o preço melhor. Diz que não tem cheiro mas achei que tem sim, no começo achei meio estranho, ruim não sei, mas hoje em dia eu amo aquele cheiro característico dele de não ter cheiro, kkkkk. entenderam?

  4. Nívea Milk Hidratação Intensiva da Nívea – Custo beneficio o melhor, hidrata super bem, o de pele extra seca dependendo da pele basta usar uma vez dia, acha em qualquer supermercado. É o primeiro do meu receituário devido a vários fatores, preço e facilidade de encontrar. Não tem cheiro.

Todos os cremes que eu falei, eles são considerados hipoalergênicos, pode ser usado em criança e também são considerados sem cheiro, pois não tem perfume em sua composição. Para mim esses 4 são os melhores que há no mercado hoje em dia. Tem para todos os gostos e todos os bolsos, então não tem desculpa para não usar creme.

Beijos Flávia

Categorias:
Tags:

Granuloma anular

Na dermatologia, temos cada nome feio que parece uma doença super perigosa. Toda vez que falo alguns desses nomes para os meus pacientes o olho arregala e eles ficam com a pulga atrás da orelha,e eu tenho que explicar nos mínimos detalhes a afecção.

Acontece muito com o Granuloma anular, que é um processo inflamatório benigno,de causa desconhecida, que leva à degeneração do tecido colágeno. Acredita-se que pode ser devida a uma reação imune do organismo a diversos agentes. É mais frequente em crianças e mulheres jovens e pode estar relacionada ao diabetes, principalmente no caso de lesões disseminadas.

Ele é caracterizado por lesões elevadas, da cor da pele ou discretamente avermelhadas que vão aumentando de tamanho e ganhando aspecto em anel, muitas vezes pode ser confundido com micose por profissional inexperiente. O granuloma anular pode ser pequeno ou grande, ser lesão única ou ter várias.

Geralmente o diagnóstico vem por meio da clinica ou biopsia, e há uma grande possibilidade de ao ser biopsiada a lesão desaparecer por completo.

As lesões podem regredir espontaneamente, sem que seja implementado tratamento, dentro de alguns meses até dois anos, variando de acordo com o quadro.

O tratamento inclui a aplicação de injeções de corticosteroides na lesão ou aplicações tópicas com pomadas ou cremes nas mesmas. Em casos generalizados, o uso de fármacos via oral é necessário. Outra forma de tratamento é a realização de crioterapia com nitrogênio líquido no local.

 

Categorias:
Tags:

Ainda falando sobre o ICAD, onde teve muitas novidades na área da medicina estética e dermatologia, o que me deixou bastante entusiasmada foi a Intradermoterapia ou mesoterapia. Ela está mais em alta do que eu poderia imaginar, e eu acho que é pelo custo-benefício, já que o procedimento não tem um preço absurdo e dá um resultado bom.

O legal da mesoterapia é que você pode oferecer uma gama de tratamento com a mesma técnica, mas com ativos diferentes.

A Intradermoterapia consiste na aplicação de substâncias medicamentosas na pele, abaixo dela ou nos músculos. A aplicação é feita com agulhas finas que atingem uma profundidade que pode variar entre 3 a 8 mm. Quanto mais profunda a aplicação, mais o produto se espalhará em uma área maior. Como já falei, podem ser aplicados diversos compostos, que são mesclados conforme a queixa do paciente.

Ela serve para varias patologias, como por exemplo:

  • Gordura localizada
  • Flacidez
  • Papada
  • Tratamentos capilares
  • Estrias
  • Rejuvenescimento
  • Perca de peso pequena, através de termogênicos
  • Celulite

São indicadas, em média, de 5 a 10 sessões e os resultados variam de acordo com cada caso e objetivo. Cada sessão dura em média 30 minutos e elas pode ser feitas semanalmente. Os resultados normalmente acabam aparecendo na terceira sessão, mas tudo depende da indicação clínica e do tipo de problema tratado.

É claro que esse tratamento visa melhorar a sua queixa, infelizmente ele não faz milagre, por isso é muito importante conversar com o seu dermatologista, para ele explicar com mais detalhes e verificar se esse tratamento iria superar suas expectativas ou não?

Beijos Flávia

 

Olá hoje vamos falar de um sucesso nos stands do ICAD, o Skinbooster. Não tinha um stand que não falava sobre ele, e eu achei muito interessante e resolvi trazer para o meu consultório. Além de ser uma técnica muito segura, com resultados bons, ele tem um precinho também bem camarada. O único problema é que ele não tem efeito imediato, e sim gradativo, então para aquelas pessoas ansiosas que querem resultado visível logo, ele não serve.

Com esse tratamento é possível oferecer uma hidratação profunda e mais completa para a pele. Basicamente nesse tratamento são utilizadas injeções na pele, porém, não com o objetivo de criar volume, ou de paralisar a musculatura  e sim de oferecer uma hidratação imediata. A aparência jovem da pele depende diretamente da sua hidratação e por isso essa técnica tem tido bastante reconhecimento como rejuvenescedora. A técnica consiste em injetar ácido hialurônico em diversos pontos da pele com o objetivo de hidratar a pele de forma uniforme.

Para resgatar e rejuvenescer a nossa pele, o tratamento com Skinbooster consiste em aplicar ácido hialurônico com outras substâncias que auxiliam na hidratação imediata na pele, e devolvendo a hidratação, firmeza, elasticidade e melhoria das rugas.

O Skinbooster  pode ser usado:

  • Em homens e mulheres com todos os tipos de pele;
  • Em pessoas com pele mais jovem ou mais madura; Na pele jovem, na prevenção e na pele madura, na reposição da água perdida.
  • No rosto, pescoço, mãos e colo; No caso das mãos especificamente a injeção de ácido hialurônico pode atenuar bastante o aspecto envelhecido e emagrecido. A partir dos 40 anos essa aplicação passa a ter também o caráter de preenchimento secundário. Já para as mãos de pessoas mais jovens funciona como um hidratante para deixar a pele com mais definição e volume.
  • Em pessoas que querem melhorar a estrutura da pele, como por exemplo, para pele com cicatriz de acne ou danificada pelo sol e outros agentes externos.
  • Rugas e linhas finas do rosto.
  • Melhora o efeito da toxina, naquelas linhas mais resistentes.
  • Pele sem viço, sem brilho.
  • Pele do rosto desidratada.

O efeito ocorre de forma gradual, como eu ja disse e o número exato de sessões pode variar dependendo do tipo de pele, de quais produtos foram utilizados e das áreas tratadas. Para o tratamento inicial, recomendam-se 3 sessões, que devem ser realizados a cada 4 semanas. Como tratamento de manutenção, recomenda-se 1 aplicação a cada 4 meses.

Um procedimento rápido, com resultados excelente, não é totalmente indolor, mas é passado um anestésico tópico antes do procedimento. Este tipo de tratamento  pode ser associado com outros métodos  como: peeling, laser e luz pulsada.

Beijos Flávia

Categorias:
Tags:

Microagullhamento

Hoje vamos falar de um assunto que foi MUITO discutido no CILAD, o Microagulhamento, o mais falado, comentado e explicado do congresso.

Esse procedimento fez tanto sucesso que todo mundo, quando eu digo todo mundo é todo mundo (de qualquer área, mesmo não dominando a técnica) mesmo vem fazendo. Aqui eu não vou dar a minha opinião sobre a técnica, pois esse post vai ser de caráter explicativo.

O microagulhamento ou dermaroller ( como muita gente conhece) é uma técnica  que, com o auxílio de agulhas muito finas, através de um mini aparelho estimula o colágeno da pele e atenua sinais de envelhecimento.

Esse rolo (que o aparelho com as agulhas) é aplicado na pele, provocando pequenos furinhos, que aumenta a vasodilatação, e estimula a formação de colágeno e também aumenta a absorção de alguns medicamentos direto na pele, o chamado drug delivery.

Como é um procedimento super dolorido se usa um anestésico tópico apenas para diminuir a dor

Dessa forma, o microagulhamento pode ser usado para diversos problemas de pele, não só a produção de colágeno como era antigamente, ele com os ativos, dependendo de que ativos que o profissional associar, aplicado diretamente na pele após utilizar o roller serve para infinitas patologias. Entre elas:

Remover cicatrizes de acne,

Disfarçar manchas,

Outras cicatrizes,

Rugas ou linhas de expressão da pele,

Alopecia,

Estrias,

Melhora da textura da pele,

Entre outros benefícios.

Se você se interessou procure um profissional capacitado para uma avaliação.

Beijos Flávia