Queimadura solar

Olá vamos falar hoje de um assunto bem importante e que sempre acontece, mesmo nos dias de hoje, com a mídia em cima. Se você é umas das centenas de pessoas que parecem que não ter televisão ou é desantenada de tudo, e ainda vai a praia sem filtro solar, ou passa depois de horas que já esta torrando no sol, ou é daquelas que acham que o filtro solar vai durar para sempre no seu corpo e não precisa reaplicar, essa matéria é para você.
 Queimadura de sol, o que fazer se aconteceu?
Não se desespere hoje em dia existem produtos que aliviam o mal estar e a dor que a queimadura dá.
As queimaduras solares podem ameaçar a vida e são causa de muitos tipos de Câncer. Elas podem ser evitadas facilmente através do uso de filtro solar, roupas (e chapéus), e com a limitação do tempo de exposição solar, especialmente durante o período do meio dia e tarde. A única cura para a queimadura da pele é a lenta recuperação, embora cremes de pele possam ajudar.
Se você expôs demais sua pele ao sol e teve uma queimadura, as medidas caseiras podem deixá-lo um pouco mais confortável até que o tempo cure a queimadura. Tenha em mente que estas medidas não podem reverter o verdadeiro estrago causado pela exposição desprotegida aos raios do sol.

Dicas para amenizar a dor

·        Aplique compressas de água gelada.

·        Não volte para o sol.

·        Tome um banho.

·        Tome um banho.

·        Tome água.

tratamento das queimaduras de sol consiste em proteger ou tratar a pele antes (1), durante (2) ou depois (3)  da exposição solar.
1.  Antes da exposição, é importante besuntar a pele com protetor solar.
2.  A reaplicação do creme deve ser feita a cada duas horas. É importante também evitar se expor ao sol nos períodos em que os raios ultravioletas estiverem mais fortes (entre 11h e 15h).
3. Se apesar das precauções citadas no 1. e 2., você ainda tiver uma queimadura, será necessário tratá-la com cremes à base de corticóide de muito baixa potencia. Este é um antiinflamatório bastante eficaz (ver também em: definição de queimadura solar para compreender porque). É possível utilizar também cremes à base de antiinflamatório.
Se a dor for muito intensa, pode ser necessário tomar calmantes, ou remédio para dor ou antiinflamatórios  não-esteroidais [AINES].
Como as queimaduras de sol deixam à pele muito seca, é também aconselhado aplicar  toda noite um creme hidratante.
Algumas dicas de cremes:
·        Nívea loção pós sol hidratante.
·        Hydraction Emulsion Sorbet Ultra Hydratant, da Dior.
·         Gel Restaurador Pós Sol Mary Kay
·        Bio-Sun Block After Sun, da BioAge
·        Gel Hidratante Pós Sol Cenoura & Bronze
·        Iso-Urea Loção, da La Roche-Posay o melhor de todos, pois contém Uréia.
Quando ir ao médico
O desconforto de uma queimadura de sol pode ser tratado em casa com os remédios descritos aqui, mas você deve ir a um médico se:
  • Está com muitas bolhas
  • Está com o corpo todo queimado
  • Suas bolhas rompem e inflamam
  • Você tem calafrios, febre e está tremendo.
  • Você se sente mal como se estivesse gripado
  • A dor e a coceira ficam piores depois das primeiras 24 horas.

 

 

Melanoma

      
        O melanoma maligno é o câncer da pele de pior prognóstico. É um tumor muito grave devido ao seu alto potencial de produzir metástases enviando células tumorais para outros órgãos, onde se desenvolvem. Origina-se dos melanócitos, células que produzem o pigmento que dá a cor da pele. Pode se originar da pele sã ou de lesões pigmentadas pré-existentes, os nevos
pigmentados (“sinais” escuros).
        O melanoma geralmente apresenta-se como uma pinta de coloração preta, castanha, vermelha azul ou da cor da pele. O que chama a atenção é seu crescimento rápido, bordas irregulares e normalmente múltiplas cores na mesma lesão. Pode surgir da pele sã ou de lesões pigmentadas pré-existentes (as “pintas” ou “sinais” de nascença).
        O melanoma não tem sintomas na sua fase inicial, exceto a irritação cutânea (comichão ou dor) que surge apenas em alguns casos. É freqüente surgir como uma área de um nevo (“sinal”) já existente que cresceu, mudou de cor, ganhou contornos irregulares; ou como um novo nevo que surge na vida
adulta. Todas essas manifestações são altamente sugestivas de melanoma.
        Pessoas que tem histórico familiar de melanoma devem procurar regularmente um dermatologista. Diferentemente de outros cânceres de pele, o melanoma surge principalmente entre 30-45 anos de vida. Pessoas de pele clara que se expõe inadequadamente ao sol são as que apresentam maior risco de desenvolvimento.
        Numa lesão suspeita o médico poderá realizar o exame chamado dermatoscopia que auxilia muito na definição diagnóstica.
        As lesões de melanoma apresentam características fáceis de se reconhecer
aprendendo-se o ABCD do melanoma:

    * Assimetria: formato irregular
    * Bordas irregulares: limites externos irregulares
    * Coloração variada (diferentes tonalidades de cor)
    * Diâmetro: maior que 6 milímetros
   
        O tratamento do melanoma maligno é cirúrgico e deve ser realizado o mais precocemente possível. O diagnóstico e o tratamento precoce são fundamentais para a cura.
        O tratamento do melanoma metastático consiste em quimioterapia e tratamentos com imunomoduladores.

câncer de pele

                

              já chegou o verão, e aqui no Brasil é sinonimo de praia, então vamos falar um pouquinho sobre câncer de pele para nós não abusarmos muito do sol.
              Câncer de pele é mais comum em indivíduos com mais de 40 anos sendo relativamente raro em crianças e negros, com exceção daqueles que apresentam doenças cutâneas prévias. Indivíduos de pele clara, sensível à ação dos raios solares, ou com doenças cutâneas prévias são as principais vitimas do câncer de pele. Os negros normalmente têm câncer de pele nas regiões palmares e plantares.
             Os tipos mais comuns são carcinoma basocelular (CBC) e o carcinoma de células escamosas que podem ser desfigurantes localmente mas geralmente não se espalham para outras partes do corpo. O tipo mais perigoso é o melanoma, que pode ser fatal se não tratado brevemente, devido a sua capacidade de realizar metástase. Entretanto, o melanoma corresponde apenas a uma pequena porção dos casos de câncer de pele.
            O melanoma de pele é menos freqüente do que os outros tumores de pele (basocelulares e de células escamosas), porém sua letalidade é mais elevada. Como esse é o câncer que mais preocupam nós dermatologistas, vou ter um capitulo só sobre melanoma, aguardem.
            Embora o câncer de pele seja o tipo de câncer mais freqüente, correspondendo a cerca de 25% de todos os tumores malignos registrados no Brasil, quando detectado precocemente este tipo de câncer apresenta altos percentuais de cura.
           As neoplasias cutâneas estão relacionadas a alguns fatores de risco, como o químico (arsênico), a radiação ionizante, processo irritativo crônico, genodermatoses e principalmente à exposição aos raios ultravioletas do sol.
           A exposição prolongada e repetida da pele ao sol causa o envelhecimento cutâneo além de predispor a pele ao surgimento do câncer. Tomando-se certos cuidados, os efeitos danosos do sol podem ser atenuados. Aprenda a seguir como proteger sua pele da radiação solar.

  • Use sempre um filtro solar com fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 15, aplicando-o generosamente pelo menos 20 minutos antes de se expor ao sol e sempre reaplicando-o após mergulhar ou transpiração excessiva.
  • Use chapéus e barracas grossas, que bloqueiem ao máximo a passagem do sol. Mesmo assim use o filtro solar pois parte da radiação ultra-violeta reflete-se na areia atingindo a sua pele 
  • Evite o sol no período entre 10 e 15 horas  
  • A grande maioria dos cânceres de pele localizam-se na face, proteja-a sempre. Não esqueça de proteger os lábios e orelhas, locais comumente afetados pela doença.procure um dermatologista se existem manchas na sua pele que estão se modificando, formam “cascas” na superfície, sangram com facilidade, feridas que não cicatrizam ou lesões de crescimento progressivo. 
  • Faça uma visita anual ao dermatologista para avaliação de sua pele e tratamento de eventuais lesões pré-cancerosas.

          Estas recomendações são especialmente importantes para as pessoas de pele clara, as quais devem evitar qualquer tipo de exposição ao sol sem proteção.
          O tratamento do câncer de pele depende do seu tipo e de sua localização no corpo. Entretanto, independentemente do tipo de tratamento que lhe seja oferecido, você vai ser enfaticamente aconselhado a diminuir drasticamente
qualquer futura exposição ao sol. O fato de você ter desenvolvido um câncer de pele significa que outras regiões de seu corpo também correm risco de terem sido lesadas pela luz solar e estejam igualmente vulneráveis para o instalação de outros processos cancerosos, principalmente se você continuar a se expor ao sol. 

         Futuramente vou postar aqui um resumo dos principais câncer de pele.

Unhas e cuticulas

          Minha irmã vive reclamando de suas unhas e cutículas, que são feias, ressecadas, e suas cutículas ficam
brancas, duras e blá.
          Reparei que não é só ela que reclama das unhas e cutículas que muitas pessoas, principalmente mulheres que vem ao consultório também reclamam desse problema, então percebi que é universal, e comecei a reparar nas mãos das pessoas, e vi que abrange total, homens e mulheres, homens em pior grau por que eles não tem costume de passar creme que é um erro, pois esse tipo de problema e devido a ressequidade da mão por diversos fatores, inclusive a agua.

          Então aqui vai minha sugestão de creme para unhas e cutículas, existem vários no mercado, mas esse para mim é especial, muito bom, tanto no preço como no resultado,funciona e não deixa a mão pegajosa.

Hidroquinona

          
Hoje vou falar de um assunto muito importante, estava lembrando de uma amiga minha, que não
via há tempos, e quando a vi, levei um susto pois seu rosto estava todo manchado, áreas com hipercrômia e áreas com hipocrômia e acrômia, perguntei o que ela tinha passado no rosto e adivinha o que ela me falou? que estava passando um creme que tinha hidroquinona desde de + ou – Março.
           Pois é gente a Hidroquinona é uma substancia usada para varias coisas dentro dessas coisas como clareador da pele, é encontrada em um monte de creme para clarear, lembrando que a maioria desses cremes não precisam de receita, só aqueles que contém alguns tipos de ácidos.
          Vale lembrar que a hidroquinona não é uma substancia “boazinha”, quando a gente usa a hidroquinona acima de 2% em qualquer formulação por mais de 3 meses, ela pode dar uma hipocrômia, quer dizer pode dar manchas claras, ou uma acrômia, que quer dizer mancha branca, na pele que é irreversível,não tem como melhorar o melhor o que tem a fazer se você foi vitima da hidroquinona é comprar uma base boa, por que
ela vai ser sua melhor amiga. 
          Então se você não quiser ser amiga ou amigo intimo de uma base é melhor antes de comprar qualquer creme clareador é procurar ver se ele tem hidroquinona, e a quantos porcento é a composição, ou procurar um dermatologista para que ele possa indicar o melhor tratamento para clarear suas
manchas.