Nesse sábado teve em minha cidade a primeira feira municipal de saúde de Nova Andradina, a cidade onde eu moro, e eu como medica responsável pelo programa de hanseníase fui convidada a participar para esclarecer as duvidas e fazer teste rápido para detecção da doença.

A hanseníase, também conhecida como lepra, é  uma doença crônica, infectocontagiosa. A doença tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos, no en­tanto poucos adoecem.

A transmissão do M. leprae (que é o bacilo responsável pela hanseníase) se dá através de contato íntimo e contínuo com o doente não tratado. Apesar de ser uma doença da pele, é transmitida através de gotículas que saem do nariz, ou através da saliva do paciente. Não há transmissão pelo contato com a pele do paciente.

A hanseníase acomete primeiro a pele e os nervos periféricos, e pode atingir também os olhos e os tecidos do interior do nariz. O primeiro e principal sintoma são o aparecimento de manchas de cor parda, ou eritematosas, que são pouco visíveis e com limites imprecisos.

Os demais sintomas da hanseníase incluem:

  • Manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo com perda ou alteração de sensibilidade;
  •  Área de pele seca e com falta de suor;
  • Área da pele com queda de pêlos, especialmente nas sobrancelhas;
  • Área da pele com perda ou ausência de sensibilidade;
  • Sensação de formigamento (Parestesias) ou diminuição da sensibilidade ao calor, à dor e ao tato. A pessoa se queima ou machuca sem perceber.
  • Dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e das pernas, inchaço de mãos e pés.
  • Diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face devido à inflamação de nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos.
  • Úlceras de pernas e pés.
  • Nódulo (caroços) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos.
  • Febre, edemas e dor nas juntas.
  • Entupimento, sangramento, ferida e ressecamento do nariz;
  • Ressecamento nos olhos;
  • Mal estar geral, emagrecimento;
  • Locais com maior predisposição para o surgimento das manchas: mãos, pés, face, costas, nádegas e pernas

Importante: Em alguns casos, a hanseníase pode ocorrer sem manchas.

Existem 4 tipos de hanseníase sendo cada uma com uma particularidade que talvez só um dermatologista seja capaz de diferenciar.

Hanseníase indeterminada

Estágio inicial da doença e muito comum em crianças. Quando começa nesse estágio, apenas 25% dos casos evoluem para outras formas.

Hanseníase Tuberculóide

Forma mais leve da doença. A pessoa tem apenas uma ou poucas manchas pálidas na pele. Ocorre quando a patologia é com poucos bacilos, ou seja, não contagiosa. Alterações nos nervos próximos à lesão, podem causar dor, fraqueza e atrofia muscular.

Hanseníase Borderline

Forma intermediária da doença. Há mais manchas na pele e cobrindo áreas mais extensas, em alguns casos é difícil precisar onde começa e onde termina.

Hanseníase Virchowiana

Forma grave da doença, com muitos bacilos, e contagiosa. Os inchaços são generalizados e há erupções cutâneas, dormência e fraqueza muscular. Nariz, rins e órgãos reprodutivos masculinos também podem ser afetados. Essa é a forma clássica da doença.

O diagnóstico da hanseníase é basicamente clínico, baseado nos sinais e sintomas detectados no exame de toda a pele, olhos, palpação dos nervos, avaliação da sensibilidade superficial e da força muscular dos membros superiores e inferiores. Em raros casos será necessário solicitar exames complementares para confirmação diagnóstica.

O Tratamento é gratuito e fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Antibióticos são usados para tratar as infecções, mas o tratamento completo é em longo prazo. Nas formas mais brandas (paucibacilar) demora em torno de seis meses, já nas formas mais graves (multibacilar) o tempo é de um ano ou mais. Há alguns medicamentos específicos e combinações que são prescritas pelo médico. Alguns não podem ser tomados por grávidas, por isso avise o médico em caso de gravidez. É fundamental seguir o tratamento, pois é eficaz e permite a cura da doença, caso não seja interrompido. A primeira dose do medicamento já garante que a hanseníase não será transmitida. Lembrando que dependendo das lesões que você tem na pele e nos nervos, o tratamento não faz melhorar, ficando para o resto da vida, isso é chamamos de sequelas da Hansen.

Aqui embaixo tem um questionário que fizemos para os pacientes, se você fizer e sua resposta for positiva para 5 ou mais perguntas, vá a um dermatologista ou a um clinico geral para uma melhor avaliação

Beijos Flávia

Prurigo gestacional

Eu sempre falo que gravidez é uma caixinha e surpresa, pois a gente nunca sabe o que vai acontecer durante esse período, a maioria das gestações são tranquilas sem nada de mais, só uma coisinha aqui e outra ali. Mas sempre fica alguma preocupação, principalmente se tratando da pele, aí surge muita duvida sobre algumas patologias mais frequente dessa fase tão desejada das mulheres, como: as manchas da gravidez, estrias, entre outras coisas mais.

O que ninguém sabe é que a minoria podem ter algumas patologias mais sérias durante o período gestacional, e hoje vamos falar de uma patologia que incomoda muito a grávida, mas não afeta o feto.

O Prurigo gestacional ou também chamado Prurigo de Besnier, é uma doença benigna da gravidez que caracteriza por pápulas e nódulos eritematosos que causa muita coceira, comum nas pernas e braços e também no abdome e na maioria das vezes ocorre entre a 20° semana e 34 de gestação.

O motivo do aparecimento das lesões é  desconhecido, mas considera-se provável que seja um tipo de dermatite atópica durante a gravidez.

O tratamento é sintomático, visando alívio do prurido. Usa-se anti-histamínicos orais e corticóides tópicos. A doença não acarreta repercussão para mão e feto, e tende a se resolver logo após o parto, exceto em raros casos que pode persistir por semanas ou meses. Não há tendência a recorrer em gestações futuras

 

 

 

Hiperplasia Sebácea

A Hiperplasia Sebácea nada mais é que um aumento no tamanho das glândulas sebáceas, É quando há um  surgimento de bolinhas amareladas, rosadas ou até mesmo da cor da nossa pele no rosto, mais frequente em pessoas de pele clara, e geralmente em pessoas que apresentam pele oleosa.

A maioria das vezes acomete mais a face, particularmente na testa de pessoas adultas, mas o nariz e as bochechas são localidades de muito aparecimento. O tórax e o pescoço, por mais difícil que seja pode apresentar um pouco da hiperplasia sebácea também.

 

 

Muitos profissionais podem confundir essa afecção com Mílio ou até mesmo Carcinoma Basocelular, por isso é muito importante que um dermatologista dê o diagnostico.

 

Mílio

 

Carcinoma Basocelular

 

O principal tratamento nesses casos seriam curetagem e eletrocoagulação das lesões com algumas chances de voltar a aparecer, mas o Laser de CO2 e Laser Erbium  são ótimos tratamentos pois também queimam a lesão, eliminando totalmente,  são mais precisos por não atingir a pele ao redor.

Espero que este post tenha te ajudado a esclarecer um pouquinho sobre essa afecção.

Beijos Flávia

Categorias:
Tags:

A vaidade tomou conta do mundo atual, tanto, homens quanto mulheres estão cada vez mais vaidosos, que eles querem envelhecer cada vez mais tarde.

Com isso a industria cosmecêutica ( que é a parte da industria farmacêutica que é dedicada ao tratamento e prevenção de alterações estéticas da pele) aproveita para cada dia mais lançarem produtos para essa finalidade.

 

 

 

A moda agora dentro dos consultórios dos dermatologistas é o queridinho Sculptra, pouco conhecido ainda da massa geral, mas ja esta sendo muito utilizado e indicado por profissionais médicos que atuam na área da beleza.

Sculptra é um dos produtos mais potentes e com mais efeito em estimular a formação e renovação do colágeno da nossa pele. E com isso ele promove um pouco de volumização dependendo do caso e da pessoa, mas é um tratamento ótimo  contra rugas e de flacidez da pele. Ele pode ser usado não só no rosto mas também no corpo.

 

 

 

 

 

 

Geralmente são necessários 3 sessões de tratamento, mas os primeiros resultados já podem ser vistos após 45 dias da primeira sessão. E o que tem encantado tanto os profissionais como as pessoas que fazem esse tipo de procedimento é o aspecto natural que ele fica na pele.

O procedimento é através de uma fina agulha, aplicado na pele, esse procedimento é considerado indolor (claro que tudo depende do seu linear de dor), pois o produto contém anestésico na sua preparação. E o profissional pode utilizar outras técnicas para diminuir a sensibilidade caso a dor apareça.

Bem por enquanto é o único procedimento que dura 2 anos, porque os mais conhecidos eles variam de 6 meses a 1 ano de duração. E por causa disso comprovantemente seu preço também deve ser superior.

Procurei na internet algum site que me dava valores, mas infelizmente não encontrei, talvez por ainda ser “novidade”.

Mas o Sculptra realmente parece tudo de bom, e se for isso mesmo que as fotos mostram vale a pena cada centavo de investimento.

Beijos Flávia

Categorias:
Tags:
Hoje em dia as mulheres querem cada vez ficar de bem consigo mesma, e infelizmente depois de uma certa idade, com a falta de colágeno a pele além de perder o viço, ela também perde a elasticidade.
A falta de elasticidade no órgão genital feminino pode provocar flacidez na parede vaginal e com isso uma diminuição do tônus muscular na região, com essa perda pode ter diversas alterações físicas e fisiológicas, essas alterações são: Prolapso da bexiga e do útero, que é conhecido popularmente como bexiga e útero baixo. Algumas mulheres apresentam disfunções sexuais como saída de ar pela vagina, prisão de ventre e flacidez dos grandes e pequenos lábios, interferindo diretamente na vida sexual.

Continue lendo

Categorias:
Tags: