Ultimamente recebi da Farmavitis uma formula para eu usar em procedimentos pós-peeling, e ela me falou que também ajudaria na Rosácea, aí me animei, pois Rosácea é um dos maiores desafios para tratar, pois a não ser que seja Luz Intensa Pulsada, o resultado é meio pobre.
          Para quem não sabe o que é a Rosácea é uma doença de pele comum, cujos sintomas envolvem áreas de vermelhidão na pele e lesões inflamadas, especialmente nas bochechas, nariz, testa e queixo. Muitas vezes começa entre as idades de 30 e 50 anos e afeta mais mulheres do que homens. Aqui no blog existem vários post sobre o assunto.



          Resolvi começar a testar. E não é que tive bons resultados.
          Os componentes Opextan, D-pantenol e Alfa bisabolol juntos, melhoram muito o vermelho-rosa da Rosácea, meus pacientes estão amando o resultado.

 

    Se você também sofre com essa afecção de pele procure seu dermatologista e pergunte para ele.

Beijos Flávia
Categorias:
Tags:

Olheiras

             A maioria das pessoas tem olheiras e com isso elas sempre querem alguma coisa para melhorar a aparência delas, só que é muito difícil conseguir esse fato.
            Hoje aqui nesse post vamos falar dos tipos de olheiras que existem e com isso você poderá
ver em qual a sua se encaixa para tentar um tratamento melhor.
            Tipos de olheiras:
            – FALSA
            Para mim a mais difícil de tratar pois se trata de uma olheira acentuada pelo formato dos olhos. A pessoa possui aquele olho fundo, que faz sombra na pálpebra inferior.
– Tratamento:  Algumas pessoas se beneficiam muito com preenchimento com ácido hialurônico na área funda.
            – PIGMENTAR
            De cor acastanhada, pode ser formada pelo acumulo de hemossiderina, proveniente do ferro do sangue, e da melanina, sintetizada pelos melanócitos responsáveis por dar cor à pele. E pode ser causada por outros fatores como:
            Desordem fisiológica e patológica, por exemplo: Alterações hormonais, desordem da tireóide etc….
            Por problemas nos vasos sanguíneas como por exemplo: Rompimento de vasos sanguíneos frágeis com extravasamento de sangue para a pele proporcionando assim um pigmento marrom a acastanhado.
            Hiperpigmentação pós-inflamatoria pode ser causada por dermatite atópica, alérgica, de contato ou fricção excessiva.
            Medicamentos que podem causar hipersensibilidade, escurecendo a área ao redor dos olhos.
            Radiação ultravioleta pois acelera o processo de envelhecimento e inflamação na área ao redor dos olhos, estimulando a dilatação dos vasos sanguíneos, escurecendo e tornando essa região mais fina.
            Hereditariedade devido herança genética, que ocorre geralmente em pessoas de cabelos escuros, não me pergunte porque pois eu não sei, mas vou matar a genética pois tenho cabelo escuro e minhas olheiras parecem de panda, aff.
            Alergia, Asma e Eczema, condições que provocam coceira nos olhos podem contribuir para formação das indesejadas devido a fricção.
– Tratamento: Um creme com clareador, descongestionante, antioxidante, anti-irritante e com iluminador melhoraria um pouco esse tipo de olheira.

 

          
             – VASCULAR  
            Ocorre devido a um aumento de vasos sanguíneos na região próxima aos olhos, mais especificamente de veias, que geram uma cor azulada ou arroxeada nessa região. ha alguns fatores que isso acontece ou piora as olheiras, como:
            Anemia, a deficiência em nutrientes essenciais contribui para as olheiras.
            Medicamentos, alguns podem causar dilatação dos vasos sanguíneos ao redor dos olhos,
            Fadiga e Estresse, alem do aumento dos radicas livres, pode ocorrer o aspecto pálido aoredor dos olhos, piorando assim o aspecto das olheiras.
            Rinite alérgica, ao contrario da maioria das desordens patológicas que causam olheiras acastanhadas, a rinite alérgica provoca uma diminuição do fluxo sanguineo da pálpebra inferior devido ao edema prolongado da mucosa nasal.
            Desidratação, a circulação sanguinea se torna parcialmente comprometida, deixando os olhos mais fundos e as olheiras mais evidentes.
– Tratamento: Luz Intensa Pulsada, creme com descongestionante, anti-irritante, auto-preenchedor, iluminador e um hidratante, melhora muito seu aspecto. 

 

 

 

            Bem hoje eu falei um pouquinho sobre as olheiras que quem tem sabe que a batalha contra elas é árdua, mas agora você conhecendo melhor sua companheira de toda vida, vai saber qual é o melhor tratamento para elas.
            Geralmente eu falo e indico, que o melhor tratamento ainda é …….. MAQUIAGEM COM CORRETIVO, barato, rápido e com pratica super fácil de aplicar.

 

            Procure seu dermatologista para uma avaliação das suas olheiras para ele passar o melhor creme ou tratamento para você.
            Espero que esse post tenha ajudado vocês, beijos.
Categorias:
Tags:
          Gente nossa vida anda muito corrida, trabalho, obra, casa e
filhos, aí infelizmente temos que arranjar um tempinho para atualizar o blog,
mas não nos esquecemos dele não.
          Justamente por cuidar de nossos filhos, hoje o tema é
hidratação em rosto de criança. Muitas mães perguntam por que tem mesmo que
passar hidratante no rosto. E a resposta é que tem sim.
          Bem claro que a maioria das crianças e bebes tem a pele
super hidratada, mas tem algumas que já nascem com a pele um pouco ressecada e
com o aumento de idade a pele fica cada vez mais ressecada, e com isso aparece àquelas
manchinhas brancas na face, que muitas mães me perguntam se não é verme.
          A resposta sempre é a mesma, que é mais provável que seja uma
pele ressecada, que um hidratante provavelmente melhorará o problema.
          A questão é: qual hidratante passar em uma criança pequena? Realmente
não existem muitos no mercado. Aqui vou citar os que mais gosto e prescrevo:

                    1-   Da linha Mustela, gosto de todos e super indico.

 

 

                    2-  Nutratopic Pro-Amp da ISDIN.

                    
                  3- Klorane, hidratante de rosto para bebe, o único problema que ele é importado, mas se você estiver de viagem principalmente para Europa, provavelmente você poderá encontrar em qualquer farmácia.

                      4- Nuk Creme Nutriprotetor, dificil de encontrar, mas tem já no Brasil.

          Agora é só escolher o que você mais gosta e deixar seu bebe super hidratado e sem problema de pele ressecada.  

Estrias

Pelo menos toda semana tem no mínimo 3 consultas sobre estrias em meu consultório, a queixa é sempre a mesma e a resposta também.
          Eu sei que já escrevi sobre elas aqui no blog mais sempre tem algo a mais a falar.
          As estrias se caracterizam pelo aspecto em geral, linear, atrófico e superfície geralmente enrugada. Frequentemente elas aparecem mais no sexo feminino e pode ser bem discreta ou muito aparente.
          São provocadas pelo rompimento das fibras elásticas da derme, localizando preferencialmente nas mamas, abdômen, coxas, nádegas (bumbum) e quadris, isso não quer dizer que não possa aparecer em outros lugares.

 

          Os fatores desencadeantes são principalmente hormonais e o próprio estiramento da pele (estiramento das fibras de colágenos e elastina que dão sustentação para derme), como no caso de gravidez, excesso de peso, tipo o efeito sanfona e do próprio crescimento. Esses fatores podem ser piorados ou aparecerem devido a predisposição genética.
          O aumento do estrógeno na puberdade e na gravidez, o uso de medicamento como o corticóide tópico,favorece o aparecimento delas.
          No crescimento acelerado que pode acontecer com os adolescentes, observam-se estrias também nas costas, panturrilhas, braços e pernas.
          Tipos de estrias:
          Coloração rosada ou arroxeada: Pode apresentar leve coceira e são acompanhadas por um processo inflamatório no local. Tecido com capacidade de regeneração, são mais fácil de tratar com bons resultados.

 

        

            Coloração branca: São estrias mais antigas, que já sofreu atrofia intensa das fibras de colágeno e elastina, já não tem mais inflamação envolvida. Essas são bem difícil de tratar pois não tem bons resultados.

 

          Para a prevenção e redução das estrias, é indicado o uso de hidratantes, óleos essenciais e ativos que promovem a estimulação e reorganização do tecido conjuntivo. Por isso consulte seu Dermatologista para ele indicar o melhor para você.

Categorias:
Tags:

  Essa época do ano é muito comum realizar procedimentos estéticos na face e no corpo devido a temperatura mais amena, para ter um resultado perfeito o pós procedimento é muito importante, por isso o post de hoje são algumas orientações para ser seguida no pós procedimento.







          Geralmente o procedimento que você realizou pode deixar a sua pele quente, vermelha e um pouco inchada, mas é normal e faz parte do tratamento. Não se assuste se também sentir um ardor ou ate uma sensação de coceira, podendo a pele ficar ressecada e repuxada.







          O importante é você seguir a risca as orientações do seu dermatologista. Além de conhecer o procedimento que foi realizado com detalhes, o dermatologista conhece a sua pele e a resposta que ela irá apresentar, e o mais importante quais são as possíveis complicções que o procedimento pode deixar e como tratar.
          Abaixo você ira encontrar algumas orientações para ser seguida para você ter sucesso em seu procedimento.
                   – Não se exponha de forma excessiva ao sol. Neste momento sua pele esta muito sensível e ela pode queimar mais facilmente.
                    – O fotoprotetor ideal para ser usado no pós procedimento deve ser hipoalergênico, e ter alto FPS e PPD.
                    – Não lava sua pele com frequência ou com excesso de sabonetes. Os tônicos e adstringentes devem ser evitados por, pelo menos, 7 a 10 dias após o procedimento.
                    -Alguns cicatrizantes sintomáticos, como silicone em spray ( kelo-cote), podem ser utilizados afim de aliviar sintomas, como ardor, coceira, calor e inchaço. A água termal gelada também ajuda.  
                    – Não realize nenhum tipo de depilação na pele submetida ao procedimento por, pelo menos, 7 a 10 dias depois do procedimento.
                    – Evite banhos quentes, pois a pele pode ficar ainda mais sensível.
                    – Não utilize nenhum produto não recomendado pelo medico.
                    – Às vezes não será possível o uso de maquiagem.
          Agora você sabe como cuidar da sua pele direitinho, e com essas dicas seu procedimento será um sucesso sem grande complicações.

Categorias:
Tags: