Nada mais é que a nossa conhecida carboxterapia, só que dessa vez com gás aquecido para maior conforto de quem se submete ao tratamento, pois é menos dolorido.
          A carbox tem como função, diminuir a flacidez corpo e rosto, estrias, olheiras, gordura localizada e celulite.
          Esse tratamento é feito atraves de aplicação de co2 em gas aquecido na parede subcutanea da pele. o resultado é menos celulas gordurosas e um subcutaneo mias firme.
          Geralmente quando aplicada nas camadas mais superficiais da pele, tipo derme reticular e papilar, a carbox estimula a sintese de elastina e colageno contribuindo para uma melhor firmeza e rejuvenecimento.
          O tratamento básico, para gorduras localizadas, consiste na aplicação em várias sessões, de duração variável, nas zonas a tratar.
Em geral, nota-se a melhoria da qualidade da pele, do contorno corporal e redução de medidas, em média, a partir da 12ª sessão, realizando-se duas/semana. Os resultados começam a surgir a partir da 3ª sessão.
         É conveniente reforços semestrais ou anuais de acordo com o conselho médico.

Olheira

Muitas vezes pensamos que as olheiras surgem apenas quando não se dorme o suficiente, ou então quando vamos a uma festa e nos deitamos tarde e super cansados, mas a fadiga e um estilo de vida elevado, não são as principais causas para as olheiras. Existem outros fatores que desempenham um papel muito mais importante no desenvolvimento das olheiras.
Se entendermos as causas das olheiras, então seremos capazes de lidar com elas e assim encontrar o melhor tratamento possível. Existem vários fatores que influenciam o aparecimento das olheiras.
Em baixo estão listadas as causas de olheiras mais comuns.
Hereditariedade – Na maioria dos casos, as olheiras debaixo dos olhos são vasos sanguíneos que podem ser vistos através da pele.
Alergias, asma e eczema – Qualquer condição que provoque coceira nos olhos pode contribuir para a formação de olheiras,
Anemia – A falta de nutrientes na dieta, ou a falta de uma dieta balanceada, pode contribuir para a descoloração da área debaixo dos olhos.
A pele também pode ficar mais pálida durante a gravidez e a menstruação (devido à falta de ferro), permitindo que as veias debaixo dos olhos se tornem mais visível.
Medicamentos – Todas as medicações que causem dilatação dos vasos sanguíneos podem fazer com que a área sob os olhos escureça
Fadiga – Condições como a fadiga e um estilo de vida acelerado fazem a sua pele ficar mais pálida, o que faz com que as suas olheiras se tornem mais visível e parece mais azul ou mais escuro.
Idade – É mais provável que as olheiras se tornem mais visíveis e permanentes com a idade
Os tipos de tratamentos para acabar com as olheiras:
Laser: Esse tipo de tratamento é ideal para acabar com as olheiras, o laser pode agir no sistema vascular ou na pigmentação da pele. O laser de luz pulsada emite um feixe de luz que é atraído pela cor da região escura, causando a fragmentação do pigmento, clareando a pele.
Cremes: Uma outra opção para quem não quer fazer sessões de lazer é escolher tratamentos que agem na drenagem local ou e que melhoram a vasodilatação venosa, como por exemplo usar produtos com bioflavanóides (rutina, benzopironas, escina) princípios ativos que aumentam o tônus venoso e diminuindo a dilatação, já que atuam na microcirculação sanguínea.
Peeling: Os ácidos causam uma esfoliação suave da região com clareamento, mas esse tipo de tratamento é restrito, e depende da avaliação de um médico para evitar manchas ou outras complicações. Porém, em uma versão menos abrasiva, a pessoa poderá recorrer aos produtos despigmentantes, ou seja, que removem o pigmento, como o ácido kójico, fítico, hidroquinona ou aqua licorice, o acido tioglicólico
Carboxiterapia: A carboxiterapia tem se tornado eficiente para o tratamento das olheiras. Com a infiltração subcutânea de gás CO2 (dióxido de carbono), há um aumento das trocas de oxigênio no local que melhora a irrigação e nutrição celular, e também há o fato que o descolamento físico promovido pelo gás estimula a formação de novas fibras de colágeno, melhorando a flacidez da pele.
No entanto, se você estiver em uma situação que exige emergência, você poderá optar por truques de maquiagem que vão resolver o problema. Para disfarçar as olheiras você pode usar um corretivo do mesmo tom da pele. Com a ajuda de um pincel, você deve passar o produto em toda a pálpebra superior e inferior, no canto dos olhos, canto do nariz e abrindo levemente para as maças do rosto para uniformizar com o restante da pele do rosto.
Não há nenhum tratamento que tenha uma porcentagem de 100% de melhora todos vão atenuar as olheiras

Carboxiterapia

A Carboxiterapia é o termo conhecido na terapêutica subcutânea (hipodérmica) do Anidro Carbônico – CO2 – Gás Carbônico. Deve-se sempre ser realizado por médicos treinados.
A carboxiterapia é a moderna técnica na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se uma agulha muito fina, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos, promovendo o combate da celulite, gordura localizada e flacidez.
Uma vez que a carboxiterapia também estimularia a formação de colágeno e novas fibras elásticas, ela também pode ser indicada para o tratamento de estrias, olheiras, e rejuvenescimento facial e corporal.
Além da dermatologia e medicina estética, outras especialidades médicas também se beneficiam da carboxiterpia, como: angiologia, urologia, reumatologia, etc.

E como funciona ?
            A ação farmacológica do anidro carbônico sobre o tecido está muito bem estudada. Promovendo a vasodilatação local, com conseqüente aumento do fluxo vascular e da pressão parcial de oxigênio, há redução da afinidade da hemoglobina pelo oxigênio, resultando em maior quantidade deste disponível para o tecido, melhorando a micro-circulação, a oxigenação dos tecidos (potencialização do efeito Bohr), ajudando a dissolver os nódulos de celulite e a ruptura das células de gordura.
Quantas sessões são necessárias ?
          É possível notar a pele mais saudável, enrijecida e a redução de alguns centímetros nas medidas, normalmente, a partir da quinta a oitava sessão.  
O tratamento inclui de 10 a 20 sessões, divididas em uma ou duas vezes por semana. A sessão dura de 15 minutos a 30 minutos, dependendo da região.
Posso associar outros tratamentos em conjunto ?
         Sim.  A carboxiterapia como tratamento único o resultado é demorado se você associar outros tratamentos como infravermelho, mesoterapia ou drenagem linfática o resultado é mais visível e mais rápido.
Fotos de antes e depois de um tratamento de carboxiterapia


Gordura localizada

       
       A gordura localizada é um dos maiores problemas das mulheres de hoje ao nível da beleza corporal. A verdade é que você até tem um corpo razoável, mas o problema é que existe sempre aquela zona do corpo que, por um ou outro motivo, nunca consegue ficar como você desejaria. É exactamente nessa zona do seu corpo que se aglomeram todas as gorduras em excesso.
       Terror de 9 entre 10 mulheres, a gordura localizada é aquela que teima em acumular em regiões do corpo, não importando o peso corporal geral ou até mesmo a prática de exercícios físicos. Esse tipo de gordura tende a se distribuir de maneira constante na pessoa, conforme sua constituição física. Em outras palavras, para quem tem sempre uma barriguinha, ou um culote, ou aquela gordurinha nas laterais do dorso que  insistem em sair para fora do sutiã, dietas, exercícios e massagens nada ou pouco adiantam. Isso porque esse tipo de gordura vem de uma predisposição genética, ainda que a obesidade contribua para seu destaque.

       As gorduras localizadas podem surgir em casos de distúrbio hormonal, e é por isso que as células de gordura começam a concentrar-se em pontos específicos do seu corpo. O facto de na sua família existirem pessoas com problemas de gordura localizada conduz a uma maior probabilidade de que venha a sofrer do mesmo mal. Compete aos genes hereditários determinar a capacidade da célula em eliminar ou absorver gordura, por isso não é de estranhar que venha a ser também uma vítima da gordura localizada, caso se verifiquem exemplos destes na sua família.
       Um aumento substancial de peso pode também interferir na acumulação em excesso de gordura num determinado local do corpo, mas o problema do sedentarismo é igualmente responsável pela acumulação de gorduras em certos pontos corporais. O corpo não realiza qualquer exercício físico e a gordura vai-se acumulando em locais estratégicos, sem problema algum. Convém reflectir no facto da gordura ser muito prejudicial para a sua saúde, mas é importante pensar também numa componente estética, tão importante para a sociedade dos tempos modernos.

      Como perder a gordura localizada? Como esses depósitos são essencialmente parte da configuração genética de cada um, o primeiro passo é manter o peso geral dentro da faixa saudável. Exercitar-se não atinge diretamente os depósitos de gordura localizada, mas promove a queima generalizada de gordura e mantém  ossos, músculos e a postura em boas condições.
       Outros tratamentos podem ser tentados, mas seus resultados são limitados e quem quer tentar essas opções deve pesar bem a relação custo X benefício. Entre os tratamentos disponíveis em clínicas de dermato-estética estão a endermologia, infravermelho, carboxiterapia, mesoterapia. Todas essas técnicas podem ter resultados, mas bastante discretos e na maioria das vezes não são permanentes. A satisfação dos clientes está muitas vezes relacionada ao seu grau de expectativa ou a gravidade do problema. Pacientes com grandes acúmulos de gordura podem ficar felizes com pequenas alterações que já melhorem o aspecto geral da região afetada no corpo. É provável que uma pessoa já em forma não sinta com tanto impacto a diminuição da gordura localizada nas partes afetadas de seu corpo. 
       O uso de creme para combater gorduras localizadas é outro ponto de controvérsia. Recentemente, uma publicação francesa voltada para a defesa do consumidor executou testes com diversos cremes disponíveis no mercado francês, alguns dos quais também são vendidos no Brasil. O resultado, aparentemente surpreendente, dava conta que todos os 10 cremes testados provocavam algum efeito de queima da gordura, com dois deles sendo especialmente eficientes – com eles, a redução da circunferência das coxas foi de 2 cm em apenas duas semanas.