Microagullhamento

Hoje vamos falar de um assunto que foi MUITO discutido no CILAD, o Microagulhamento, o mais falado, comentado e explicado do congresso.

Esse procedimento fez tanto sucesso que todo mundo, quando eu digo todo mundo é todo mundo (de qualquer área, mesmo não dominando a técnica) mesmo vem fazendo. Aqui eu não vou dar a minha opinião sobre a técnica, pois esse post vai ser de caráter explicativo.

O microagulhamento ou dermaroller ( como muita gente conhece) é uma técnica  que, com o auxílio de agulhas muito finas, através de um mini aparelho estimula o colágeno da pele e atenua sinais de envelhecimento.

Esse rolo (que o aparelho com as agulhas) é aplicado na pele, provocando pequenos furinhos, que aumenta a vasodilatação, e estimula a formação de colágeno e também aumenta a absorção de alguns medicamentos direto na pele, o chamado drug delivery.

Como é um procedimento super dolorido se usa um anestésico tópico apenas para diminuir a dor

Dessa forma, o microagulhamento pode ser usado para diversos problemas de pele, não só a produção de colágeno como era antigamente, ele com os ativos, dependendo de que ativos que o profissional associar, aplicado diretamente na pele após utilizar o roller serve para infinitas patologias. Entre elas:

Remover cicatrizes de acne,

Disfarçar manchas,

Outras cicatrizes,

Rugas ou linhas de expressão da pele,

Alopecia,

Estrias,

Melhora da textura da pele,

Entre outros benefícios.

Se você se interessou procure um profissional capacitado para uma avaliação.

Beijos Flávia

Estrias

Pelo menos toda semana tem no mínimo 3 consultas sobre estrias em meu consultório, a queixa é sempre a mesma e a resposta também.
          Eu sei que já escrevi sobre elas aqui no blog mais sempre tem algo a mais a falar.
          As estrias se caracterizam pelo aspecto em geral, linear, atrófico e superfície geralmente enrugada. Frequentemente elas aparecem mais no sexo feminino e pode ser bem discreta ou muito aparente.
          São provocadas pelo rompimento das fibras elásticas da derme, localizando preferencialmente nas mamas, abdômen, coxas, nádegas (bumbum) e quadris, isso não quer dizer que não possa aparecer em outros lugares.

 

          Os fatores desencadeantes são principalmente hormonais e o próprio estiramento da pele (estiramento das fibras de colágenos e elastina que dão sustentação para derme), como no caso de gravidez, excesso de peso, tipo o efeito sanfona e do próprio crescimento. Esses fatores podem ser piorados ou aparecerem devido a predisposição genética.
          O aumento do estrógeno na puberdade e na gravidez, o uso de medicamento como o corticóide tópico,favorece o aparecimento delas.
          No crescimento acelerado que pode acontecer com os adolescentes, observam-se estrias também nas costas, panturrilhas, braços e pernas.
          Tipos de estrias:
          Coloração rosada ou arroxeada: Pode apresentar leve coceira e são acompanhadas por um processo inflamatório no local. Tecido com capacidade de regeneração, são mais fácil de tratar com bons resultados.

 

        

            Coloração branca: São estrias mais antigas, que já sofreu atrofia intensa das fibras de colágeno e elastina, já não tem mais inflamação envolvida. Essas são bem difícil de tratar pois não tem bons resultados.

 

          Para a prevenção e redução das estrias, é indicado o uso de hidratantes, óleos essenciais e ativos que promovem a estimulação e reorganização do tecido conjuntivo. Por isso consulte seu Dermatologista para ele indicar o melhor para você.

Categorias:
Tags:
Quem tem sabe como é difícil tentar melhorar as benditas estrias, não é? Todo tratamento é meio decepcionante para aqueles que querem a pele lisinha de novo.
Por isso eu friso bem aos meus pacientes que infelizmente estria não tem cura, que a pele é igual a um lençol, que quando o lençol rasga a gente consegue costurar, e essa costura pode ser quase invisível olhando de longe, ou uma costura gritante que a quilômetros você enxerga, acho que não tem exemplo melhor para as estrias.
A nova promessa do momento é caneta anti-estria com silício plus,
que promete estimular a renovação celular, desinflamar a área lesionada,
reparar a firmeza e elasticidade da pele, isso se a pessoa passar religiosamente a caneta sobre as estrias 3 vezes por dia, melhorando as linhas vermelhas em 30 dias e diminuir a largura e o comprimento das brancas em 60 dias.
Não é uma maravilha? Ainda não tive oportunidade de prescrever, então não sei qual é o resultado, mas vou colocá-la no rol da minha prescrição e quando tiver um feedback conto pra vocês. Se alguém já usou, escreva aqui o que achou.
Cada caneta dura mais ou menos 1 mês, e custa em torno de R$ 120,00. Onde conseguir? Geralmente a caneta é vendida em farmácia de manipulação, se em sua cidade ainda não tiver a composição existe a venda pela internet.
Categorias:
Tags:

          Nada mais é que a nossa conhecida carboxterapia, só que dessa vez com gás aquecido para maior conforto de quem se submete ao tratamento, pois é menos dolorido.
          A carbox tem como função, diminuir a flacidez corpo e rosto, estrias, olheiras, gordura localizada e celulite.
          Esse tratamento é feito atraves de aplicação de co2 em gas aquecido na parede subcutanea da pele. o resultado é menos celulas gordurosas e um subcutaneo mias firme.
          Geralmente quando aplicada nas camadas mais superficiais da pele, tipo derme reticular e papilar, a carbox estimula a sintese de elastina e colageno contribuindo para uma melhor firmeza e rejuvenecimento.
          O tratamento básico, para gorduras localizadas, consiste na aplicação em várias sessões, de duração variável, nas zonas a tratar.
Em geral, nota-se a melhoria da qualidade da pele, do contorno corporal e redução de medidas, em média, a partir da 12ª sessão, realizando-se duas/semana. Os resultados começam a surgir a partir da 3ª sessão.
         É conveniente reforços semestrais ou anuais de acordo com o conselho médico.