Ainda falando sobre o ICAD, onde teve muitas novidades na área da medicina estética e dermatologia, o que me deixou bastante entusiasmada foi a Intradermoterapia ou mesoterapia. Ela está mais em alta do que eu poderia imaginar, e eu acho que é pelo custo-benefício, já que o procedimento não tem um preço absurdo e dá um resultado bom.

O legal da mesoterapia é que você pode oferecer uma gama de tratamento com a mesma técnica, mas com ativos diferentes.

A Intradermoterapia consiste na aplicação de substâncias medicamentosas na pele, abaixo dela ou nos músculos. A aplicação é feita com agulhas finas que atingem uma profundidade que pode variar entre 3 a 8 mm. Quanto mais profunda a aplicação, mais o produto se espalhará em uma área maior. Como já falei, podem ser aplicados diversos compostos, que são mesclados conforme a queixa do paciente.

Ela serve para varias patologias, como por exemplo:

  • Gordura localizada
  • Flacidez
  • Papada
  • Tratamentos capilares
  • Estrias
  • Rejuvenescimento
  • Perca de peso pequena, através de termogênicos
  • Celulite

São indicadas, em média, de 5 a 10 sessões e os resultados variam de acordo com cada caso e objetivo. Cada sessão dura em média 30 minutos e elas pode ser feitas semanalmente. Os resultados normalmente acabam aparecendo na terceira sessão, mas tudo depende da indicação clínica e do tipo de problema tratado.

É claro que esse tratamento visa melhorar a sua queixa, infelizmente ele não faz milagre, por isso é muito importante conversar com o seu dermatologista, para ele explicar com mais detalhes e verificar se esse tratamento iria superar suas expectativas ou não?

Beijos Flávia