Peeling em lenço

Todo mundo já ouviu falar de peeling, isso não é nenhuma
novidade, feito em consultório ou em cosmético para casa, sempre é para um
objetivo, ficar mais bonita!
Existem diversas formas de peeling e inúmeras substâncias que podem ser utilizadas na
formulação dele, a escolha depende dos efeitos desejados, desde tratamentos
contra acne, para finalidades estéticas, como redução de rugas, aumento da firmeza
e elasticidade da pele e clareamento de manchas.
Aqui nesse post a novidade é o peeling em lenço, uma nova fórmula de peeling que já esta
no mercado desde 2013, só não foi muito difundida por que não é encontrado aqui
no Brasil, só através de site de importação, mas precisa de receita de um
profissional médico. O novo peeling foi desenvolvido na Itália. O bom é que
agora podemos manipular esse tipo de peeling aqui no Brasil, algumas farmácias de
manipulação já tem o produto pronto com o nome de
Flash Beauthy Peel – Peeling Instantâneo.
 
 
Esse  peeling pode ser usado a cada semana, diferente do peeling tradicional que tem que ter um espaço de pelo menos 21 dias. Quem tem pele normal pode usar 1 vez na semana, quem tem pele envelhecida pode usar ate 3 vezes na semana.
 
Coldpeeling é uma nova forma de peeling em sachê, altamente inovadora e prática, que permite a individualização das doses de peeling. Em cada sachê você terá disponível um
lenço umedecido em uma solução de Verochic®, um ingrediente cosmético altamente
funcional, obtido do anis estrelado e que apresenta potente capacidade de
estimular a renovação celular, essa técnica desde que foi apresentada vem dando
o que falar, além de uniformizar o tom da pele e diminuir seu amarelamento,
permite tratar a derme por meio do procedimento dos tipos químico e biológico,
promovendo sua renovação de forma suave, sem falar que a fórmula manipulada
possui ativos antioxidantes, responsáveis pelo rejuvenescimento facial. Esse é
a formula e o nome que você encontra lá fora.
E não é só isso, além de renovar a aparência, o lenço remove o excesso de células mortas e
confere luminosidade à pele, ou seja, esse processo substitui a esfoliação e
não causa nenhum tipo de reação ou descamação, pois sua ação é leve. Ele deve
ser utilizado de uma a três vezes por semana, preferencialmente à noite.

Criado com o objetivo de oferecer uma maior
praticidade na hora de aplicar, o tratamento é indicado para quem busca
resultado com rapidez, sem precisar passar pelo esteticista.
O lenço ou sachê, além de ser mais potente que alguns dos ácidos comumente empregados nas técnicas de peeling, também apresenta baixo potencial irritativo, não
ocasionando irritação cutânea, e mais, uma outra característica dessa
formulação é promover um resfriamento instantâneo da pele, proporcionando ainda
mais conforto ao paciente.
                E aí gostaram, procure seu dermatologista e pergunte mais sobre o assunto.
            Aqui no Brasil eu encontrei na http://www.farmaciasempreviva.com.br, com o nome de Verochic® mesmo. 

 

 

 

Beijos Flávia
Categorias:
Tags:




             Fotoproteção oral é a expressão utilizada para designar o
uso isolado ou em combinação de diversos ativos capazes de minimizar os danos
desencadeados pela radiação solar.

Enquanto os protetores solares tópicos atuam através da
reflexão e absorção da radiação incidente, evitando que ela atinja a pele, os
fotoprotetores orais atuam em nível celular ou molecular após a incidência da
radiação solar na pele, reduzindo os danos assim gerados.


 

Hoje em dia muitos tratamentos estão visando o uso de fotoprotetor
oral junto com o protetor tópico para garantir um efeito de quase 100% de
proteção da pele.
Hoje em dia o tratamento do terrível melasma ( mancha no
rosto), constitui basicamente de um clareador, fotoproteção tópica e oral,
devido a dificuldade de clareamento da pele só com a proteção tópica, estudos
mostraram que pessoas que utilizaram a fotoproteção oral e resultado foi muito
melhor.
Outras doenças se beneficiam também com a proteção oral
como: tendência a câncer de pele,  urticária
solar, vitiligo, erupção polimorfa a luz entre outras.


 

Lembrando que a fotoproteção oral não substitui a proteção
tópica, os dois tem que ser usados juntos.
Vá ao dermatologista e converse com ele sobre essa novidade,
que não é tão novidade assim.
 Beijos Flávia 

 

Categorias:
Tags:

Pintas, sardinhas, manchas e outras pigmentações que você tem em seu rosto, boa parte dela esta relacionada com o sol que você tomou nos seus primeiros 20 anos de vida e continua a tomar.
          Se você se viu nesse grupo, saiba como atacar o problema do jeito certo, o que usar para poder clarear uniformemente e proteger sua pele.
          O que deve ter no seu necessaire:
            1- protetor solar com base.

 



            2- protetor solar em capsula 

 



            3- um clareador diurno

 



            4- um creme a base de vitamina c

 



            5- um clareador noturno

 



                    Antes de usar os clareadores eu aconselho a procurar um dermatologista para saber qual é o melhor para o seu tipo de pele.

 
Beijos Flávia

    Todo mundo sabe que os meses de frios são os ideais para tratar o melasma, mas o que ninguém sabe é que hoje em dia existem medicações e cremes que podem ser usados o ano todo, e com isso o tratamento pode ter resultados mais rápidos.
          Monoterapia para o melasma é coisa do passado, hoje em dia além do creme noturno, laser ou ate diurno, peelings também temos o tratamento oral, que ajuda muito no resultado e não manutenção. Aqui nesse post vamos falar de uma medicação oral que esta sendo o must da hora para as manchinhas indesejadas.







          O Ácido Tranexâmico via oral, ele inibe a síntese de melanina clareando a pele, e consequentemente as manchas escuras. Os resultados começam a aparecer depois de 3 meses.
          O Ácido é ótimo para dificultar o reaparecimento do melasma e é um ótimo coadjuvante no tratamento feito com cremes clareadores, peeling e laser.







          Se você também tem melasma procure seu dermatologista para se informar mais sobre o Ácido Tranexâmico, por que não pigmentar as vezes é mais importante do que clarear.



Beijos Flávia
Categorias:
Tags:
Hoje em dia com o progresso da medicina estética, cada dia
ouvimos falar de alguma técnica nova para o rejuvenescimento, mas afinal todo
mundo sabe para que serve e como funciona essas tecnologias?




Hoje vamos falar um pouquinho sobre a radiofrequência, não e
nenhuma novidade no mercado, mas muita gente não sabe exatamente para que
serve.
A
radiofrequência tornou-se um padrão de tratamento estético com
muitas indicações, devido à sua versatilidade, eficácia e segurança. O
conceito básico desta técnica é a geração de calor no tecido subcutâneo, que
induz a produção de novas fibras de 
colágeno e melhora o aspecto da pele. 
Dentre as
indicações mais comuns para a radiofrequência, estão: melhora da 
flacidez da pele, redução de rugas, redução da
celulite, tratamento de cicatriz de 
acne e estrias.






O mecanismo de
ação da radi
ofrequência é produzir aquecimento do tecido adiposo, agindo no tecido
adiposo subcutâneo e na celulite, também estimula a circulação sanguínea
cutânea, melhorando a qualidade da pele. Estimula também o sistema
linfático e arteriovenoso do tecido adiposo diminuindo o volume corporal, e estimula
a colagênese da derme, tensionando a pele.

As sessões podem ser
quinzenais a mensais e levam em torno de 20 minutos. Terminado o tratamento, a
pele é limpa e o paciente pode voltar às atividades normais.